O ataque no Twitter ao Professor Edson Portilho


Por Erick da Silva

Inegavelmente o Twitter é uma ferramenta nova e poderosa para a troca de informações e interatividade. Ainda terá um amplo campo de crescimento no Brasil, possivelmente ocupando um papel cada vez maior na difusão de informação.
O Twitter, aliado aos blogs e a outras redes de relacionamentos, permite uma situação de amplidão nas trocas livres de opiniões, notícias e todo e qualquer tipo de manifestação, e a tendência é que o uso da ferramenta seja ampliado e fortalecido pelo ineditismo da possibilidade de rompimento com o bloqueio dos grandes meios de comunicação, principalmente quanto ao acesso e difusão do conhecimento. Se, afirmam que caminhamos para uma “sociedade do conhecimento”, nada mais potencialmente “revolucionário” que a construção de meios que rompam com a própria hegemonia na reprodução dos saberes.
Mas, se existe esta potencialidade, ela ainda tem um caminho a ser trilhado e que por vezes, a velocidade da difusão, aliada a um instantaneísmo de pouca capacidade crítica, permitem que se gerem alguns “mal-entendidos” e interpretações errôneas de alguns fatos.
Um exemplo disso ocorreu quinta-feira, 22 de abril, quando o “Trending Topics” do Brasil ou TTBrs, que é uma lista em tempo real dos nomes mais comentados no Twitter no país, constava no topo o nome do Edson Portilho. Me causou de imediato uma certa estranheza, afinal, o Professor Edson Portilho, da cidade de Sapucaia do Sul (região metropolitana de Porto Alegre/RS) não tinha realizado nenhuma ação, nesses últimos dias, que tenha ganhado amplo destaque nos meios de comunicação gaúchos.
Ao verificar do que se tratava, constava da aprovação de uma lei do Deputado Edson Portilho que permitiria a tortura e o sacrifício de animais. Descobri que esta denúncia, aparentemente, teve orígem em uma noticia vinculada pela Agência de Notícias dos Direitos dos Animais (ANDA) no dia 19 de abril. A informação original era descontextualizada, com informações vagas e sem informar muita coisa, fechava fazendo um pedido: “Divulgue, para que Edson Portilho não se eleja para mais nenhum tipo de cargo.” Em seguida foi noticiada por outros blogs e sites em uma difusão crescente, sendo atendida em seu apelo e, dois dias depois de publicada era o tema mais comentado no Twitter.
Passada a estranheza inicial logo percebi que se tratava de uma grande confusão, e que ganhava, rapidamente, um corpo de “verdade”. Para começar, Edson Portilho não é mais deputado desde 2006, atualmente é vereador em seu município de origem.
A suposta lei da “tortura” ao animais foi aprovada em 2004, e é uma lei de âmbito estadual, já que o Professor Edson era deputado estadual da Assembleia Legislativa do RS. Logo, apesar das “informações” que alguns difundiam, não é uma lei nacional, além de que, nenhuma lei é aprovada por vontade de apenas um deputado, é necessária maioria em plenário.
A lei que gerou a “campanha” com tons de denúncia, não fala de tortura de animais, mas versa a respeito das religiões de matriz africana, onde os animais utilizados nos cultos não são “torturados” com requintes de crueldade (como alguns afirmaram) e nem é irrestrita para todo e qualquer espécie de animal.
Neste aspecto, não deixa de transparecer um forte componente de intolerância religiosa, que na época da aprovação da lei, geraram sim protestos de alguns segmentos, como os ligados aos evangélicos e alguns “ambientalistas”. Mal disfarçando a intolerância com as práticas e manifestações religiosas de matriz africana, que não chega a ser uma novidade para os adeptos destas religiões, perseguidos historicamente em todos os cantos do Brasil.
Estes e outros aspectos deste tema não foram levados em consideração pelas milhares mensagens no Twitter, a difusão em blogs e sites, a criação de micro-blogs, de uma campanha “Fora Edson” etc. já davam vasão a um fato que, no mínimo, estava descontextualizado. Sem haver o menor cuidado em um principio básico de se verificar de onde vem a informação
O saldo final não deixa de ser um tanto perverso e demonstra o mal-uso que uma potente ferramenta como o Twitter pode ter. Para muita gente, qualquer desmentido e recolocação dos fatos talvez não seja mais eficaz, pelo próprio caráter efêmero e instantâneo da “denúncia” e explicita o longo caminho que ainda temos para uma melhor capacidade crítica e cidadã da rede por um número maior de pessoas.
.

189 comentários:

Isaías Barbosa disse...

ótimo texto, esclarecedor para todos!

Alex disse...

Mesmo sendo uma lei estadual, é uma lei extremamente infeliz, que nunca deveria ser feita.
O ex-deputado, foi no mínimo, infeliz, nesta lei.

***Lindinha*** disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
***Lindinha*** disse...

Mesmo sendo uma informação antiga, acho valido que ela seja divulgada, justamente pra esse cara não se eleger a cargo nenhum mais. Não eh certo, independente de religião ou crença, matar qualquer tipo de ser vivo, seja com ou sem tortura, NÃO É CERTO!! Ele eh perverso e todo mundo que aprova isso tb!!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Absurda essa lei, porque alimenta o que não se pode alimentar neste Brasil, a ignorância. Sacrifício de animais é uma volta ao mundo da barbárie. O ex deputado, idealizador da anacrônica lei, deve sim sofrer as críticas.

Lucio Uberdan disse...

Olá Erick,
Ótimo texto, me lembrou o artigo do Mauro Carrara, "Por que o Twitter é de Direita" http://www.brasilautogestionario.org/2009/08/24/por-que-o-twitter-e-de-direita-por-mauro-carrara/

De fato existe a uma tendência das pessoas entre num movimento "manada" no twitter, na maioria das vezes não se verifica fontes e nem veracidades. No twitter assim como em outras redes digitais, e talvez até na maior parte da mídia moderna tradicional, a confiança no emissor é mais importante que o fato em si, se fulano diz e repassa, repasso sem avaliar. Raquel Recuerdo, pesquisadora de mídias sociais, identificou que muitas pessoas RT nos twitters sem olharem os links, enfim, acho que vai além do Twitter isso, mas teu texto esta ótimo.

Por fim ainda que não conhecendo a lei, ela me parece bem infeliz, cultura sempre deve ter um sentido transitório, o que não se relaciona e não esta em movimento, em minha avaliação distancia-se de cultura, desta feita a idéia de tolerância ou intolerância religiosa ou não precisa ser melhor avaliada, muitas coisas a meu ver devem terminar, sendo ou não vista como intolerância, seja o sacrifício de animais (religiosos ou não), seja a circunsição feminina na África, os Rodeios no RS, etc....
Parabéns pelo post
Lucio

Isis disse...

Texto esclarecedor, mas lei INFELIZ, que nem o ex-deputado!
Já que é pra defender a liberdade das práticas religiosas no Brasil (ou no RS só), vamos criar um projeto de lei em defesa da mutilação genital feminina!! Que que você acha digníssimo ex-deputado? Acho justo, visto que é parte de algumas culturas...e bem... nós precisamos defender, né?!
Ah, faça-me o favor...
Que nunca mais essa pessoa seja eleita para cargo algum!

TED Cruster disse...

Como se o fato de a maioria ter que votar mudasse muita coisa...

Tá na hora de vocês perceberem que já sabemos sobre o rabo preso que vocês têm uns com os outros...

Mas tenho que concordar com o fato de que a população se deixa alienar por qualquer merda.

Erick da Silva disse...

Boas referência Lucio.
Me lembrei deste texto do Mauro Carrara logo que percebi o que estava acontecendo com o Edson Portilho.
Meu questionamento vai justamente por aí, não quis entrar especificamente no mérito da questão. Tenho sim minhas restrições também a este tema, como frente a outros tão ou mais "bárbaros" que infelizmente não vemos uma "mobilização" tão grande quanto a que ocorreu nesses ultimos dias.
Acho que não será a ultima vez que veremos fenômenos semelhantes a este se reproduzirem na rede. Tem a ver com a própria forma com que uma parcela significativa dos usuários tem com a rede e que deverá ser aperfeiçoada futuramente.
Por acreditar que as coisas podem, e devem, evoluir para uma cultura cidadã mais diissiminada que devemos seguir em nossas "trincheiras virtuais" contra o pensamento único.
Sds
Erick

Carlos Eduardo da Maia disse...

Uma perguntinha, vocês ainda acreditam em "pensée unique"? Esse discurso já não caiu no mofo do esquecimento?

Erick da Silva disse...

Talvez esteja no mesmo lugar onde esta a fé no livre mercado como "indutor" do desenvolvimento, igualdade, blá-blá-blá...

Bruno disse...

o fato da religião africana sofrer preconceito e por ser um povo q foi perceguido por seculos ñ justifica a aprovação de uma lei dessa...é um absurdo....é uma lei estadual,mas vcs acham q um estado é pouca coisa...?;;;...isso ñ se faz,animas ñ podem se defender como nos humanos....

Andrea disse...

NADA justifica tortura e sacrifícios, seja de pessoas ou /e animais. Nem crenças religiosas e nem culturais...A lei permite o sacrifício de alguns animais, como se esses não sentissem dores, ou fossem considerados animais de segunda categoria, que ninguém liga... Como bem disse Isis em seu comentário, será que o nobre vereador tb não quer aprovar a mutilação feminina como parte importante da crença cultural africana? Na África isso é proibido, mas o Brasil, um pais tão legal, que respeita tanto as várias culturas de seu povo, não vai fazer feio nessa hora, né?

jornalnegritude disse...

Bem feito para o Edson Portilho ele merece é mau caráter e desleal

Marisa disse...

Esse imbecil é que deveria ser torturado e morto mas claro sentindo profunda dor. Ele é um retrocesso nas poucas conquistas obtidas pelos protetores dos animais.
Certo é o Tripoli que está trabalhando e batalhando junto a governadora do RS.
Nada mais nada mesmo justifica a violência é isso que esse imbecil quer deixar para os filhos dele???
Lamentável!!!

dozebalote disse...

desculpe não ser tão culto para me igualar em seu texto, no entanto, penso eu que este meio de comunicaçã esta de parabéns sendo assim mesmo, pois se o cara vota pra torturar animais por prazer, tem mais é que pagar pro resto da vida, esse tpo d legislador só faz a humanidade aceitar e banalizar matança com requintes de crueldade.
suplico a Deus que esse nunca mais se eleja, nem seus seguidores,para não mais ver lutas de gente de bem, que se dedicam para proteger animais,(os quais tem os mesmos direitos de viverem em paz na terra que Deus fez e o qual é o único dono) serem perdidas por pessoas que insistem em não evoluir para o bem.
meu nome é fábio, sou protetor de animais, e fico indignado em ver meu trabalho ser espizinhado por políticos babacas.

ylara disse...

Otimo texto,mas ele errou em colocar uma lei deste tipo para aprovação...a epoca de sacrificios foi no antigo testamento e faz muito tempo que fomos libertos...
Ninguem tem direito de fazer isso com nenhum tipo de ser vivo,ja basta a carnificina para alimentação humana.
Tudo na vida tem a lei do retorno,e espero que o peso da dele venha insuportavel....

->Marcelo Santos disse...

Amigo, a Lei abre espaço para que se possa fazer QUALQUER COISA com o animal em nome de uma religião. O cara funda o culto "Entra quem quer", inventa 3 deuses, e tortura os animais impunemente.
Com certeza que houveram outros deputados a serem questionados também, mas a lei foi de iniciativa do ex-deputado/vereador mencionado.

Silvana disse...

O texto, enviado por um internauta, além de ser verdadeiro, lembrava a péssima iniciativa do deputado e alertava que em ano de eleição, ele não deveria ser votado. Qual o problema disso? O importante é que existem pessoas preocupadas com os direitos animais. Um equívoco, essa lei.

disse...

Não é intolerância religiosa, e sim defesa dos animais!

Ygor disse...

Caralho, como a sociedade é burra. Não estou contra nem a favor dessa lei. Eu duvido que alguma das pessoas que comentaram ai em cima se deram ao luxo de pesquisar como realmente é um sacrificio de animal na crença africana, nem qual o destino da carne!
As pessoas precisam formar opniões! Ter opniões próprias, utilizar a cabeça para pensar, que não machuca, e não simplesmente aceitar o que leem como pura verdade. Muitos ai em cima disseram que nada justifica matar animais, mas aposto que amanha comeram um ótimo bife suculento, hipocritas. Pensar não machuca, vcs deveriam tentar!

Renã Vargas disse...

Tenho nítida certeza que muitos que gritam "Que crueldade essa lei!" aos Domingos (ou todos os dias) se lambuzam com carne dos pobres bichinhos em suculentos assados... aiaiai... A ignorância e a falta de estudo antes de formar opinião é uma herança maldita de muitos brasileiros... Alguém ai que comentou até agora ESTUDOU a tal lei?

Vanessa Martins disse...

Fechem os açougues e abatedouro em todo o mundo então. Este tipo de comentário em um Estado que vive da pecuária é no mínimo uma hipocrisia! Quanto preconceito! Vão ler sobre a religião africana antes de falar em tortura, selvageria e outras atrocidades!

Vanessa Martins disse...

Parabéns Erick, este tipo de matéria ajuda muito a revelar o quão preconceituosa e burra é a nossa sociedade. Posso apostar que as pessoas que manifestaram tanta ignorância imaginam que o franguinho do almoço brote nos balcões refrigerados do Zaffari. Ou pensam que o gado morre de tanto beijinho nos abatedouros?
Cara, não precisa liberar este comentário se não quiser. Só queria te parabenizar pela coragem. Eu fico feliz quando alguém consegue tirar a cabeça de dentro do buraco e ver a vida de outro ângulo. Continue assim!

Porquinho Sujo disse...

Que importa agora se ele é ex-deputado? vereador ou desocupado ? ele fez uma porcaria daquelas. Não existe lei para punir politicos podres como esse Portilho. Mas as pessoas de bem percebem ainda o que é certo e o que é errado. Tortura é errado. Se ele curte deveria se oferecer para substituir uma galinha ou um bode num desses rituais.

ylara disse...

E vc Renam estudou essa lei?
A respeito da carne de domingo concordo com vc,pois conseguimos viver sem ela.Mas se essa lei foi aprovada que tal colocarmos bebes tbem nessa tal lista...vida e vida...e da para tolerar se sacrificar para a alimentação..infelizmente cadeia alimentar....mas sacrificar para nada...que deus ,santo ou diabo qquer merece o sacrificio de uma vida?Resumindo para nada..se for assim tem varias vidas que poderiamos colocar nessa lista,começariamos pelos presidiarios ,pois não perderiamos nada ...ate ganhariamos pois pagamos para eles ficarem presos..

Ana Claudia disse...

quando o homem conhecer os animais, vai perceber que crime cometido contra eles , eh crime cometido contra a humanidade!"leonardo da vinci"
UMA PESSOA DESSA NAO EH HUMANA,INFELIZ...VIDA EH VIDA, NAO PODEMOS BANALIZAR!!

Barbara disse...

Mas...trocaram as datas, o cargo do tal Edson, porém a crueldade do fato permacece! Pelo menos o seu texto,realmente bem escrito, ainda mostra com sutil honestidade que o parlamentar apenas usa o cargo para defender interesses pessoais, sim, porque é claro que ele nao representou o interesse da maioria, porém, apenas de uma minoria na qual ele se inclui.
Tal denuncia chegou a mim, através de e-mail, mas antes consultei a veracidade,e a unica coisa que desmente ( parcialmente) é este texto,que em nada o inocenta.
Portanto, continuarei repassando o e-mail, comentarei com meus alunos, e na igreja, é importante mostrar a todos a existencia desta lei absurda.

Emmanuel Lumière disse...

Gente, mas é um ABSURDO muito grande isso que está acontecendo em pleno séc. XXI. Aprovar lei de tortura a animais? ABSURDO! ABSURDO! ABSURDO! Nem consigo acreditar nisso e só de pensar já fico me sentindo mal. Não interessa se a justificativa é por causa de religião ou outra coisa! O fato é que animais inocentes e indefesos estão sendo mal-tratados por causa de pessoas sem sensibilidade! Meu Deus, onde estamos??!!! Isso é inadmissível!!! Que triste, que lamentável! Esse homem deve ser no mínimo um satânico. A gente num elege político pra fazer lei PRO MAL não! A gente os elege para fazer leis PARA O BEM!!!
Ele não sabe que um dia terá que prestar contas a Deus por todos os seus atos. Um dia ele verá o sangue de todos os animais que foi derramado por sua causa.

Erick da Silva disse...

O fundamental sobre qualquer questão, é que haja um amplo e participativo debate. Não importa o quão difícil ou espinhoso o tema possa ser.
Acho que é evidente que esse tema merece um debate maior e mais aprofundado.

Cibele disse...

Não adianta querer justificar! Mesmo que tenha acontecido alguma confusão quanto ao deputado, se é ou não deputado, se a lei é municipal, estadual ou federal, de qualquer forma é um desrespeito aos direitos dos animais, isso tem de ser sempre divulgado. E tb não interessa se os animais são torturados (sim, torturados) em rituais "religiosos". Isso não justifica! Por ser religioso eles não devem ter o direito de fazer mal a qualquer outra espécie, senão usar pessoas em rituais tb poderia ser permitido... Liberdade às diferentes religiões sim, mas com muito cuidado...

Fabiane disse...

Não interessa de quando é essa lei, o que importa é o que esse infeliz teve de culpa no fato, deviam colocar seus filhos ou parentes em rituais para ele ver como iria se sentir. Desgraçado!

go.bones disse...

Francamente, me parece mais que você visa defender o ex-deputado e os rituais africanos a por as cartas na mesa.
A lei é INFELIZ e DESAGRADÁVEL, mesmo sendo antiga (como MUITAS outras citadas anos depois no twitter e levando os JOVENS usuárias da rede, que na época pouco sabiam, ao conhecimento das mesmas); e achei um puta ABSURDO você alegar que ela é APENAS estadual, como se isso mudasse algo, porra, quer dizer que se quiser fazer um ritualzinho é só ir ao RS que tá susse?! Ah dá licensa meu amigo, MAU USO?! ( com U meu amigo, com "U") De fato, pouco se fez, mas mau uso não foi feito, afinal, boa parte dos usuários ficou ciente da situação, e creio que era essa a intenção.

Cilene disse...

PROJETO DE LEI N° 282/2003
Deputado Edson Portilho

Acrescenta parágrafo único ao art. 2º da lei nº 11.915, de maio de 2003, que institui o Código Estadual de Proteção aos Animais, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul.

Art. 1º – Fica acrescentado parágrafo único ao art. 2º da lei nº 11.915, de 21 de maio de 2003, que institui o Código Estadual de Proteção aos Animais, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, com a seguinte redação:
"Art. 2º...
Parágrafo único – Não se enquadra nessa vedação o livre exercício dos cultos e liturgias das religiões de matriz africana."

Art. 2º – Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Sala da Sessões, 06 de agosto de 2003.

JUSTIFICATIVA
Diante dos direitos e deveres individuais e coletivos garantidos na Constituição Federal no art. 5º, especificamente no Inciso VI, "é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias", ou do Código Penal sobre os crimes contra o sentimento religioso em seu art. 208: "Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso", faz-se necessária a apresentação deste projeto de lei que define, em parágrafo único, a garantia constitucional que vem sendo violada por interpretações dúbias e inadequadas da Lei nº 11.915, de 21 de maio de 2003 que institui o Código Estadual de Proteção aos Animais. Face a essa dubiedade de interpretação, os Templos Religiosos de matriz africana vêm sendo interpelados e autuados sob influência e manifestação de setores da sociedade civil que usam indevidamente esta lei para denunciar ao poder público práticas que, no seu ponto de vista, maltratam os animais.

*************

LEI Nº 11.915, DE 21 DE MAIO DE 2003.
Institui o Código Estadual de Proteção aos Animais, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul.

(...)

Art. 2º - É vedado:
I - ofender ou agredir fisicamente os animais, sujeitando-os a qualquer tipo de experiência capaz de causar
sofrimento ou dano, bem como as que criem condições inaceitáveis de existência;
II - manter animais em local completamente desprovido de asseio ou que lhes impeçam a movimentação, o
descanso ou os privem de ar e luminosidade;
III - obrigar animais a trabalhos exorbitantes ou que ultrapassem sua força;
IV - não dar morte rápida e indolor a todo animal cujo extermínio seja necessário para consumo;
V - exercer a venda ambulante de animais para menores desacompanhados por responsável legal;
VI - enclausurar animais com outros que os molestem ou aterrorizem;
VII - sacrificar animais com venenos ou outros métodos não preconizados pela Organização Mundial da Saúde - OMS -, nos programas de profilaxia da raiva.

*************


Segue o debate!

José disse...

Precisamos ter atitude. Leia, Assine a lista e Repasse!!!! Os animais agradecem.


Aprovada Lei que permite TORTURA de animais :O Deputado Edson Portilho, do PT do Rio Grande do Sul, teve a desventura de criar um projeto de lei que permite que os animais sejam torturados e sacrificados em rituais religiosos.

O parlamentar, sabendo que os protetores dos animais se manifestariam, fez a seguinte trama: marcou a apresentação para votação da lei num dia de julho, mas fez um chamado urgente e marcou a reunião às pressas, mais cedo. Os únicos avisados foram os demais deputados. Ou seja: não havia defesa.

Os animais não tiveram oportunidade de ter pessoas que os representassem. Quem poderia responder por eles? E aconteceu o que mais temíamos: foram 32 votos contra os animais e apenas 2 a favor.

Os animais agora poderão ter olhos e dentes arrancados e cortados em vários pedaços AINDA VIVOS, para fazer o tal Banho de Sangue. Os animais que não servem mais para o ritual são mortos a sangue frio, conscientes e sem qualquer anestesia.

Por isso, vamos garantir que o deputado nunca mais consiga se reeleger. Divulgue, para que Edson Portilho não se eleja para mais nenhum tipo de cargo. (Fonte: http://url4.eu/2mOOz)

Não podemos deixar uma barbaridade dessas assim. Precisamos de 500 MIL assinaturas. (JÁ TEMOS MAIS DE 300.000...). Assine a favor da defesa da vida animal.

Ajudem a Lei de proteção animal: ''É MUITO rápido e fácil, é só preencher o formulario no link abaixo''.

Não esqueça : A DOR E O MEDO SÃO SENTIDAS DE FORMA IGUAL NOS HOMENS E ANIMAIS...IMAGINE O QUE VOCÊ SENTIRIA NO MOMENTO DO SACRIFÍCIO...A DOR...O MEDO...


http://www.leideprotecaoanimal.com.br/


Por favor Assine e Repasse!

Ucha disse...

Bem meu amigo, eu li o texto, concordo que há pessoas que levam ao um ponto de extremismo, eu defendo a causa animal, sou contra o uso deles em testes de remédios, pelo bem da ciência e por fim, tudo o que for utilizado para sacrifícos. Mas convenhamos desde quando a prática desta religião de negros, ou como de deve chamar, afro-desencentes tem algum efeito positivo? Muito pelo contrário, atenta contra a saúde pública, me respondam, que tipo de doença pode trazer um animal morto, em alguns casos dias em decomposição para um cidadão? Se é para perseguir um deputado, um vereador, a internet é uma ótima ferramenta, está mais que na hora de todos, eu digo todos, independente de partido, ideologia, etc...irmos para cima de toda a bancada política do nosso estado, do Rio Grande do Sul, para acabar com esta farra e palhaçada de votarem e aprovarem emendas que o fim não traz nenhum benefício, muito pelo contrário só reforça a idéia que o emprego de político é um emprego que todos almejam, mas, muitos poucos conseguem...e viva a ignorância do povo....Quanto a este deputado e os demais, pode ter certeza que vou perseguir um a um, mostrar a serventia de cada um e que nenhum tem capacidade suficiente de praticar a verdadeira política. Obrigado

helena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
helena disse...

Todo esse ódio exposto pelos leitores desse blog me deixa muito abatida. É como se o cara estivesse sendo apedrejado até a morte, uma espécie de linchamento digital e eu me pergunto quantos aqui não o fariam se pudessem fazê-lo. Tenho medo dessas coisas que culpam, sem ir a fundo na pesquisa sobre os fatos. Outro internauta sugere até que se coloque à lista presidiários “pois não perderíamos nada ...até ganharíamos pois pagamos para eles ficarem presos..”. Essa pessoa me dá medo!
Eu não tenho opinião sobre a lei. Penso que há dois lados a serem defendidos e não me vejo acima de tudo para julgar qualquer um deles. Mas como alguns colocaram, há tanta hipocrisia nessas reações, que me vem à cabeça, se essa procura por um bode expiatório não estaria relacionado à culpa que os seres humanos carregam em relação a maltratos aos animais. Se você toma remédios alopáticos, usa cosméticos (shampoo faz parte disso), come carne vermelha ou branca, deveria reavaliar seus conceitos. Alguns dos métodos para o abate de animais: (fonte:http://www.pea.org.br/crueldade/abatedouro/index.htm)
“Pistola Pneumática: Uma "pistola" é apontada para a cabeça do animal e uma vara de metal é disparada para dentro do cérebro. A pistola é projetada de modo que a haste jamais sai completamente, ela simplesmente vara a cabeça do animal e depois é puxada pelo açougueiro enquanto o animal desmaia...
Atordoamento Elétrico: Os animais são conduzidos molhados a um corredor e dali tangidos com choques elétricos de 240 volts.
...
Golpes De Marreta: Utilizando-se de um martelo específico golpeia-se a cabeça do gado quebrando o seu crânio (essa técnica também é usada em vitelas, pois os ossos do crânio de filhotes são mais macios).
Nem sempre o martelo acerta com precisão a região que causa a inconsciência, podendo rasgar os olhos ou o nariz do gado.
Abate Ritual: Os animais estão totalmente conscientes quando suas jugulares são cortadas. Alguns matadouros prendem o animal por uma perna e penduram-no de cabeça para baixo antes que suas gargantas sejam cortadas, resultando em danos dolorosos dos tecidos em 50% das vezes e, em algumas vezes, crises de vômito.
Transporte:
Vivem nos excrementos uns dos outros e são expostos a condições severas de temperatura em caminhões abertos.
A febre do embarque, que pode ser fatal, é comum em gado transportado a longas distâncias.
O transporte em tempo frio resulta em partes do corpo congelarem, causando dores terríveis... “
Sem falar num outro problema que essa alimentação causa à população mundial: “ ... Alguns especialistas dizem que de 100 a 200 litros por dia, enquanto outros dizem que pode chegar a 500 litros por dia. De qualquer forma, é muito metano, uma quantidade comparável à poluição produzida por um carro em um único dia...” (http://ambiente.hsw.uol.com.br/gas-metano-vacas.htm).
Em algum lugar li há alguns anos, que a criação de animais para abate seria responsável por 18 por cento dos poluentes (gás metano) lançados à atmosfera.
Então, o que quero com tudo isso, reveja suas próprias atitudes antes de procurar culpa das atrocidades terrestres nos outros. Além disso, quem não quer que Edson Portilho seja reeleito, deveria procurar mais as outras dezenas de deputados que votaram pela lei.
Poucos farão isso, pois fazemos parte de uma sociedade que procura culpados (alguns poucos) para tudo e não olha com auto-crítica para os próprios atos.

ylara disse...

Cara Helena,o grande problema mesmo e o ser humano....por mais que os animais produzem metano,....
não são eles que estam acabando com o planeta,não se vê animais matando somente por prazer,e sim para se defender ou se alimentar....A globalização está aí,as informações cada vez chegam mais rápido, e com isso muita coisa está mudando para melhor no mundo...
Por isso não e aceitavel uma lei retrogada como essa.A pessoa que sacrifica uma vida animal so para um ritual religioso,amanhã poderá sacrificar uma vida humana....e pode ser alguém da sua família ou do seu circulo de amizade...
Não concordo com muitas coisas que a humanidade faz em relação aos animais,uma lei desta em pleno seculo XXI e um absurdo!!!!

helena disse...

Minha referência não foi a animais que povoam o globo terrestre num âmbito selvagem, mas animais para abate: bois, porcos, galinhas etc. Em fim, aqueles animaizinhos lindos que vão rechear nossos estômagos nas refeições diárias, além do fabuloso churrasco entre familiares e amigos. Adoro animais e meu desabafo não vai contra eles. Acho que você me entendeu errado. Aliás, você não é aquela que me dá medo?
Bem, a lei não prevê de forma alguma o ritual com vidas humanas e esse argumento é um grande exagero. Todo mundo sabe que isso jamais seria permitido. Por isso, devemos trabalhar nossos argumentos em cima de possibilidades plausíveis. Apesar de já haver sugestões por onde (com quem) poderíamos começar, caso humanos pudessem ser mortos em rituais, não é?

ylara disse...

Infelizmente o ser humano vai ter que evoluir muito para virar vegetariano,isso seria muito bom no meu ponto de vista.
Qdo cito o sacrificio humano não quer dizer que haverá uma lei aprovando ,mas sim que uma pessoa que precisa sacrificar um animal por questões religiosas , pode não se contentar com o resultado e como tem pessoas sem escrupulos ,hj se sacrifica um animal, amanhã pode ser uma criança,vc sabe que isso acontece,aparece na midia...A questão é não deixar uma pessoa achar normal o sacrifico de vida mesmo que seja de um animal, que sabemos ser a troco de nada!Essa lei estimula isso.No mais concordo com vc e me revolto tbém.

Julis disse...

Caro, os esclarecimentos não tornam a Lei menos infeliz. Sinto muito.

Felícia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Felícia disse...

Se o nobre ex-parlamentar tivesse um pingo de humanismo não e colocaria e/ou pediria que tal projeto fosse sanciosado. Acho desumano, cruel e também idiota. Se achar superior às outras espécies é no minimo estupidez. Tenho pena dos que acham que determinadas práticas são consideradas aceitáveis por respeito às culturas. Algumas coisas devem mudar. O mais cômico é ter que aceitar estas "expressões culturais" enquanto boa parte dos negros do nosso incrível país têm seus direios ignorados por serem pobres, negros e sem uma voz que realmente os auxiliem.

Felipe disse...

Não sei de quem é a maior infelicidade do á época deputado ou sua... uma lei se aprova com vários votos, mas alguém a apresenta e o infeliz que fez isso foi o dito deputado,... podemos aprovar uma lei que sacrifique a mãe dos deputados em atos religiosos.

baby&baby disse...

Sou absolutamente contra qualquer mecanismo de preconceito ou restrição a qualquer tipo de liberdade individual, porém, ANTES DO DIREITO AO EXERCÍCIO DA RELIGIÃO, ESTÁ O DIREITO À VIDA E À DIGNIDADE!

Marlene disse...

O projeto de Lei foi iniciativa desse político, e assim foi aprovada. Indenpendentemente da época, ele foi contra os animais. E quem foi não deixa de ser, a menos que se retrate ou prove que fez algo pelo animais. Meu voto, em nenhum cargo público, ele terá.Qem não respeita os inocentes, não merece respeito e mito menos voto!!!

zedoalhos disse...

Muito legal falarem da carne animal, mas ninguem viu as condiçoes que chegou uma cachorrinha totalemnte torturada, sem dentes, a mandibula deslocada, agulhas eplo orpo, estupidez ou o que? macumba mesmo, que merda e essa de comida e sacrificio pra santo^/ se resolvesse alguma coisa, os macumbeiros a estariam ricos, dando comida pra exu e ganhando din sem fazer nada. Vai com essa lei ridicula pra la, com tanta coisas mais importantes vao aprovar lei de tortura. ate concordo com o fato de abate de animais nao ser legal, mais ninguem joga fora, se alimentam, isso se chama cadeia alimentar, e nao cadeia de sacrificios pra merda de santo e exu. bando de ridiculo quem defende, se um dia pegarem um cachorro de vcs para sacrificio, deem risada e defendam a merda de lei africana.

Sonia disse...

E por acaso isso aqui não é tortura? Furar os olhos, arrancar os dentes, retalhar a língua ... este animal foi resgatado num despacho e morreu em consequência dos ferimentos feitos durante o tal "ritual" religioso que o Edson Portilho defende. Qquer pessoa de bom senso que se depara com práticas assim fica envergonhada de pertencer a espécie humana. O senhor não fica? http://is.gd/eNpxA

Toscano disse...

Não pode ser aceito que nenhuma tradição ou costume acabe por destruir a natureza ou matar animais, já que são as ações antrópicas que estão nos levando ao caos ambiental que hoje presenciamos. De nada vale a prática religiosa se não é benéfica tanto ao homem quanto para a natureza. Vemos por séculos o homem destruir aquilo que a natureza criou, simplesmente para atender aos seus caprichos e desejos, costumes e diversões.
Uma sociedade em processo de evolução consegue conciliar meio de vida com meio ambiente. As sociedade que desestruturam esta relação, acabam por ruirem, por perderem adeptos a essas práticas.

Paulo Thadeu disse...

Primeiro: mesmo que seja uma lei estadual, não diminui muito a atitude dele, pois concordar com sacrifícios de animais é uma coisa totalmente ignorante. Eles são seres vivos e, apesar de não serem racionais como nós, apesar de as vezes eu achar o contrário, são merecedores de vida.

Segundo: não sou um protetor radical dos animais a ponto de não querer que eles sejam mortos nem pra comida, pois é o ciclo da vida matar pra comer, DESDE QUE SEJA FEITO DA FORMA CERTA, porém matar pra rituais religiosos é uma puta sacanagem, independente da religião. Filosofias espirituais eram pra proteger a vida, seja humana ou não, pois dependemos também da outras vidas pra sobreviver. Enfim, esse texto, apesar de esclarecer alguns pontos, não justifica o ato desse senhor.

Lune disse...

há certas linhagens de umbanda (não todas) que torturam animais sim. Arrancam o bico do pato com ele vivo, etc e tal. Provavelmente foi por falta de informação que esse cidadão fez esse projeto de lei.

tereza disse...

Na verdade,não é a umbanda que usa animais,e sim o candomblé.(parecem a mesma coisa,mas,não é.)
Realmente usam animais vivos,arrancam olhos,patas e alguns morrem aos poucos sim.
De acordo com os pilares do candomblé, a "entidade" não pede isso,nem se sente satisfeita,mas... Porém,alguns humanos nunca perdem a oportunidade de exteriorizar seus instintos malignos!

tereza disse...

Seja lá como for...Nada justifica!
Mas,a tortura contra os animais acontece todos os dias... Quando Muitos abandonam um animal porque ele ficou doente,ou velho... Quando gastamos uma fortuna com um filhote em um pet shop enquanto muitos morrem nas ruas,torturados pelos seus próprios donos ou nos centros de zoonoses...(em alguns estados,se os animais não forem adotados dentro de um prazo,são mortos.)
Sem falar nos animais de circo,no tráfico ilegal de animais...

Não denunciar,nem ajudar,também é uma forma de alimentar a tortura!

Zúh disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zúh disse...

Gente , sinceramente existem Leis q poderiam ser criadas e aprovadas importantes em epocas em q estamos sofrendo com degradassão do meio ambiente e educassão. Sinceramente não tenho muito conhecimento sobre esta Lei, mas amo e respeito os animais e asho q Esse deputado foi muito infeliz e sem nossão literalmente ao colocar em aprovassão uma Lei de tempos remotos e que não vai fazer nenhum sentido nos dias de hoje. me deculpe mas ele é um INFELIZ ^^existem coisas mais importantes com o que se preoculpar, e claro q isso gera uma comossão grande afinal, é totalmente sem sentido esse tipo de Lei, os er humano asha q é o melhor ser do mundo né? engrassado, vi alguns comentarios e senti até uma dor no peito.Os animais são seres nobres, alguns servem como alimentassão e produzem alimentassão para outros seres e para nós seres humanos, é logico q isso é kestão de sobrevivencia, mas matar animais para rituais religiosos, é totalmente inutil, sem pensar q mesmo q a destinassão desta carne seja para 'comer' eu jamais comeria, q nojo deve ta amaldissoada ^^

12 de fevereiro de 2011 13:18

Zúh disse...

Concordo muito com Voc Paulo thadeu ^^

Dani disse...

“A GRANDEZA DE UMA NAÇÃO PODE SER JULGADA PELO MODO COMO SEUS ANIMAIS SÃO TRATADOS”. (GANDHI)

Anônimo disse...

Ex deputado,atual vereador....
na próxima merece cair fora!!!
Sera que este cara tem animais?
Acho que não!!!!
e voltamos aquela velha pergunta,pq o povo ainda elege esses vagabundos?vai se lasca seu verme,vc não passa de uma bactéria ambulante,vou crescer e ver!!!!!!!!!!!!!!!1

Anônimo disse...

Quero pegar esse deputado e toda a familia dele e torturá-los até a morte! Isso não é uma ameaça, que fique bem claro! Não sou de fazer ameaças ... Sr. Deputado prepare-se para aparecer no jornal na coluna de falecimentos, você e sua familia.
Agradeço desde já.

hansenharryebm disse...

Que bom. Já que os animais não são torturados, então não deve haver problema em usar crianças no lugar. Que tal?

Andressa disse...

Bem, seguindo a ideia do nobre vereador e ex-deputado, o sacrifício humano também deveria ser legalizado, uma vez que também existem religiões que são discriminadas por utilizar esse meio para expressar sua religião, né? E o canibalismo que também é praticado em algumas cerimönias indígenas? O sacrifício de virgens é comum em algumas religiões. Isso não significa que possamos justificar determinadas ações prejudiciais a outros seres em uma sociedade que há muito deixou de ser tribal. O contexto mundial em que estamos inseridos não permite que algumas atrocidades sejam cometidas... Nojento...

Anônimo disse...

Edson Portilho: Estou chocada. Sem palavras. Pra mim isso é crime, deveriam punir um deputado desse que não tem mais nada pra fazer, ele quer ganhar voto dessa gente sem humanismo que tem o prazer de fazer esse tipo de ritual. Edson Portilho, assim como você diz acreditar que esse ritual traz algo benéfico para as pessoas eu também acredito que TUDO O QUE PLANTAMOS COLHEMOS, então a justiça virá, mais cedo ou mais tarde. Tenho pena de você, pois a mesma, se Deus quiser não será branda e contemplará todas as injustiças que você permitiu realizar.

Anônimo disse...

De qq maneira serve para que os políticos coloquem as barbas de molho, porque estamos de olho!
E esse "politiquinho" aí foi muito infeliz no que fez.

Valter disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Blogger do Emanuelcwb disse...

1.Nenhum animal será submetido nem a maus tratos nem a atos cruéis. 2.Se for necessário matar um animal, ele deve de ser morto instantaneamente, sem dor e de modo a não provocar-lhe angústia.

Anônimo disse...

Texto crítico, interessante. No entanto não menos tedencioso que aqueles que repudiam o Deputado.
Na verdade, acredito que não passe de uma tentativa pseudo-crítica de tentar desqualificar aqueles que repudiam a lei criada, assim seu criador, e não cair na argumentação. A religião não pode justificar, torturas, mutilações, extermínio ou qualquer outra prática do gênero contra qualquer ser vivo. Caso contrário caimos no erro de aprovar as mutilações contra mulheres, homens e o extermínio por meio das "guerras santas". Não sou contra qualquer manisfestação religiosa, mas sou contra matar, mutilar e fazer qualquer coisa para satisfazer qualquer divindade... já ouvi dizer que Deus é como um espelho, nesses casos... SOU CONTRA A LEI E ME OPONHO ÀS JUSTIFICATIVAS DO SEU CRIADOR!

Luciana disse...

Então, quer dizer que se uma religião qualquer dizer que faz sacrifícios de pessoas mas sem a intenção de torturar, tá tudo bem?
Não né? pq exite uma lei de direitos humanos, assim como existe a lei do direito dos animais. E bem ou mal, antes de qualquer lei existe o BOM SENSO.Você tem direito de dar sua opinião,mas todo mundo tem o direto de te criticar. Tudo tem consequências.

Anônimo disse...

Não me interessa se tortura ou não, só de usar animais em ritual religioso, pra mim já é suspeito.

Essa Lei estadual é INCONSTITUCIONAL.
LEI Nº 9.605, DE 12 DE FEVEREIRO DE 1998.
Art. 32. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:

Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa.

Portanto Gauchos, se ficarem sabendo de algum ritual africano que estiver levando algum animal pro ritual, denuciem à Policia.

Anônimo disse...

msm sendo uma noticia antiga, ele foi mto infeliz, como disse um ai
pela mor...
religiao é um atraso pra humanidade msm...
seja qual for!

Davi disse...

A questao fica muito delicada quando encostamos na palavra cultura. Infelizmente, temos que aceitar diferencas como esse "maltrato de animais" por questoes religiosas, por mais em nossa cultura, isso seja um ato considerado horrenduo.

Mas se a lei e realmente INCONSTITUCIONAL, ai a historia e outra.

paulinha disse...

O grau de demência desse covarde deve estar acima do existente.Como pode um ser humano liberar uma lei de tamanha ignorância.Ele no mínimo deve ser um psicopata que não tem sentimento por ninguém,então devia aproveitar desse distúrbio e arrancar um olho de seu filho,cortar a língua da sua mãe,grampear o nariz de sua mulher e fazer disso tudo o banho de sangue que tanto defende.Assustador não??Pois é, os animais também são seres que tem vida e sentimentos.
Não interessa á quanto tempo aconteceu,o que esta sendo discutido e criticado é a intenção desse ser desprovido de qualquer sentimento que lutou para aprovar tamanha crueldade.Portanto se a lei foi aprovada a 5 ou a 500 anos,esse psicopata merece ser criticado pelo resto da vida,e uma religião que permite sacrificar vidas,você vai me desculpar,mas deveria ser extinta juntos com esse deputado.E ainda bem que o twitter existe,pois assim temos acesso á informações que poderiam ser abafadas.

Paulo Rafael Calixto e Silva Marins disse...

Aos macumbeiros desgraçados do Rio Grande do Sul e do Brasil: Se "seu deus" gosta de sacrifícios, tenho certeza que "ele" ficará muito mais feliz se você arrancar os dentes de seu filho em homenagem a "ele", tenho certeza que ele te "abençoará" muito mais se vc fizer a sua mãe sangrar até a morte em oferenda a "ele". O que acha, seu demônio? Se "seu deus" gosta de sofrimento alheio, seja um fiel devotado, seu merda, se mate!!! bem devagarzinho!!!! inclusive, me chame, vou adorar participar do seu culto nesse dia!!! DESGRAÇADO, É POR ISSO QUE EU NÃO TENHO RELIGIÃO.

Emanuelle disse...

Independente se é lei estadual, é um absurdo... É assim que começa... daqui a pouco outros Estados podem estar aderindo a esta lei, mesmo ela sendo bem antiga. Pois é assim, estes homens que estão no poder, ao invés de criar leis favoráveis aos seres humanos, se preocupam com coisas absurdas, inviáveis como este indivíduo, ou até mesmo um outro que quer criar o tal "velório on line". É falta do que fazer na minha opinião. E a saúde? a Educação? Aonde fica? Eles não precisam de leis como essas né? Porque com todo o dinheiro que eles ganham eles têm condições suficientes de pagar os melhores médicos ou as melhores escolas para os seus filhos. Enquanto o povo que se dane! Concordo com a Paulinha, pq ele não faz isso com um filho dele? Eles são tão seres vivos quanto nós e valem mais do que muitos seres humanos como este infeliz criador desta lei. Isto é um absurdo. Com toda a certeza é tortura SIM!!!!!

Paulo Rafael Calixto e Silva Marins disse...

O maior dom que Deus (meu Deus! não o seu macumbeiro!) nos deu foi a inteligência, a única coisa que nos diferencia dos outros animais, pois eles também sentem, sofrem, se alegram etc. Não usar a inteligência para se aproximar de Deus é dar um tapa em Sua face.

Paulo Rafael Calixto e Silva Marins disse...

A Rena Vargas e Vanessa Martins: Nem vou comentar a comparação idiota entre comer churrasco e arrancar bico de galinha, dente de cachorro etc!!!! Tem que ser muito burro mesmo para tentar subestimar a inteligência das pessoas com esse argumento RIDÍCULO.

Anônimo disse...

Uma boa ideia essa lei.. que tal uam lei de tortura a pessoas pessoas tbm? isso tbm é uma boa ideia....
se quiserem usar os animais em rituais (considerados por mim) estranho, quem sou eu para impedir?
mas pelo menos que seja feito um sacrificio sem dor e sofrimento para os animais e sem tortura...

Anônimo disse...

Só um detlhe que está sendo esquecido... O Estado é laico...

Vcs sabem o que isso significa?

Gabrielle Monice disse...

Veja o estado desse cão e diga se essas torturas não tem requintes de crueldade! http://uipasp.fotoblog.uol.com.br/photo20100922105243.html
A Lei é para a defesa de todos e não deveria garantir o direito de alguns de prejudicar outros! Seja lá de quem estamos falando!!!
Notícia velha ou não deve circular para que esse cara nunca mais se eleja em nenhuma esfera da política!!!

Anônimo disse...

Concordo que deve haver respeito religioso, mas a religião - de TODOS os tipos - também deve presar pelo respeito à vida humana e animal. Não deve ser permitido que qualquer religião use sangue animal para realizar sacrifícios, do mesmo jeito que não é permitido usar pessoas.
O que faz os humanos diferentes dos animais é apenas a capacidade de pensar, o que não nos torna melhores nem piores do que eles. O SER HUMANO TAMBÉM É UM ANIMAL!
Os animais sentem dores do mesmo jeito que nós. O fato de ser proibido usar homens e mulheres é só porque são mais parecidos conosco, e isso traz a dor mais próxima? NÃO. É proibido porque é considerado como tortura!
Acho que não tem nenhum ponto de vista positivo quando se está falando de provocar a dor a um ser contra a sua vontade.

Se essa lei foi aprovada, é mais um exemplo do tipo de pessoas que o brasileiro elege para ser representado nas câmaras. Se todos pensassem por um bem comum a todos os seres, isso jamais teria sido válido SEQUER em pensamento.

Anônimo disse...

O estado é laico.... exatamente por isso q sou contra padres, pastores ou qq pessoa ligada a reloigioes de exercerem cargos legislativos..... nesse caso o astor nao usou apenas da religião p tentar promover-se mas da raça.... infeliz em todos os termos....

Anônimo disse...

Vamos torturar o Edson Portilho.. por que cara de cachorro ele já tem, e com certeza é sem raça!!!!

Anônimo disse...

ele disse assim “Não sou Batuqueiro, mas sou Negro. E, como Negro, tenho o dever de lutar por esta causa”. É facil ele lutar por uma causa, ainda mais tendo voz para isso, agora os animais tem como lutar por essa causa ? Ridiculo esse deputado teria que aprovar uma lei que pudesse torturar a familia dele, ai acho que ele não ia gostar mto da ideia ! FILHA DA PUTA

Anônimo disse...

Apenas gente ignorante como você defende um ato como esse. Não é questão de "intolerância religiosa". Parem de se colocar como vítimas. Vocês não são as vítimas desse caso. Como você tem coragem de dizer que vocês tem sido perseguidos diante do ato que estão matando animais? Seja religião ou não, esse ato tem que acabar e colocar os criminosos na cadeia! Quem mata animais, seja para ritual religioso ou não, tem que ir para o xadrez que é lugar de bandido!

E você acha que o deputado é quem está sendo perseguido? Que ele foi vítima do Twitter? "ah, tadinho". Se ele quer matar animais, vai ter que assumir a responsabilidade, e dar a cara a bater. Agora, vamos ver o que a maioria acha desse bandido. E pelo jeito, você, tem a mesma mentalidade primitiva desse deputado e das pessoas que cometem esses atos. Já que você defende tanto essa cultura primitiva, porque você não dilacera a vagina da sua esposa e filhas? Afinal, é isso que eles fazem por lá também. Que tal? Muito primitivo para você? Pois é, matar animais também.

Anônimo disse...

não fala de tortura de animais, mas versa a respeito das religiões de matriz africana, onde os animais utilizados nos cultos não são “torturados” com requintes de crueldade (como alguns afirmaram) e nem é irrestrita para todo e qualquer espécie de animal. E o que acontece nos cultos? QUais animais podem ser utilizados? Expliquem melhor...mas se ele não explicou é porque sabe que não tem razão..NÂO VOTEM MAIS NELE e ainda pior não votem na legenda do PT, pois estarão dando voto para esse canalha.

Anônimo disse...

já que é tão valoroso pra religião ridicula esse sacrificio....
Poderiam se mostrar mais fiéis ao se flagelarem..... se torturarem....
ANIMAIS NÃO TEM NADA A VER COM ISSO!!

BANDO DE FILHA DA PUTA!!! VAGABUNDO....
NÃO SABE SER DEPUTADO!!!
IMCOPETENTE!!!

Anônimo disse...

Isso é um absurode mesmo. Existem tantas pessoas que lutam pela a proteção dos animais,e depois vem um cara desse criando uma lei ridícula dessa em nome da religião? que isssooo? faz favor né,não acredito que nos dias de hj ainda tenha alguém que chegue a esse ponto por causa de religião. parem com isso,isso é ridículo.Não exisde DEUS nenhum gente.Se ele existisse não haveriam pessoas más e ignorantes no mundo como essas que torturam animais. Pessoas que torturam animais e que aprovam leis para isso,deveriam no MÍNiMO serem torturadas,muitoo torturadas. lugar de gente assim é no meio do mato e não no meio da sociedade. e tem mais...os animais merecem muito mais respeitos do que todas essas pessoas que aprovam essa lei e que praticam esse ato absurdo. e Edson Portilho,vê se vai ser ignorante assim lá no inferno seu FDP.Torço muito para que um dia tu sinta na pele tudo o que esse animais setem.isso é o mínimo que deveria acontecer contigo.

Anônimo disse...

Pra resumir!

PODE até ser que houve qualquer exagero na publicação das matérias, divulgação nas redes sociais etc.

Entretanto, POLÍTICO, é uma raça profissional, não um funcionário público eleito (como deveria ser!).

Logo fica a lição para este infeliz e para todas as pessoas (políticos ou não) que pensam em criar instrumentos para incrementar o sofrimento e piorar o bem estar dos animais.

NÃO FAÇAM CAGADA, EXPLIQUEM DIREITO! SENÃO AS REDES SOCIAIS TE CRUCIFICAM!

Boa sorte!

Leo

Raquel disse...

Não tinha nada melhor pra ele criar? a idéia foi dele, um infeliz desse não poderia nunca mais entrar pra política, são esses nossos representantes? certamente foi criada pra beneficiá-lo...que ser humano repugnante!

Anônimo disse...

Político é assim: ou não faz nada, ou faz M####. Um infeliz desse não merece o pão que come.

Anônimo disse...

esse merda desse Edson é um fdp mesmo. tu não tem direito de fazer uma coisa dessa seu corno do cara###. isso deve ser falta de sexo né seu filho da puta? vai pra zona e pega umas mulheres e depois pensa pessa absurda lei que tu crio seu vagabundo. pega esses teus afrodescendes e faz o mesmo tbm,seu otário. vocês não são seres humanos,não podem e não devem ser considerados seres humanos. porra nenhuma de religião deve merecer respeito quando se trata de um caso como esse. essa porcaria de religião só serve pra roubar dinheiros dos burros,e para mais nada. deixa de acreditar em deuses e sei não mais oq.deixa de ser trouxa seu babaca. olha o que tais fazendo seu mosntro,os animais não tem anda a ver com essas porras de culturas. cria uma lei pra torturar a tua família tbm o seu babacão.

Anônimo disse...

Para mim não esclareceu nada. Um pulha que apoia essas barbaridades, não merece legislar sobre nada.

Infelizmente ainda existem pessoas imbecis que votam nesses bandidos.

Anônimo disse...

Gostaria de apresentar a ele, meu ritual de tortura de seres desprezíveis.
Dura coisa de 2 meses.
Depois disso, ele sairá outra pessoa.
Sem unhas, sem pernas, sem olhos...

andernee disse...

macumba, religião, tortura, guerra, ódio, medo, ignorância, desrespeito, mediocridade, corrupção...
pra mim é tudo a mesma coisa, o ser humano é escroto demais e todos vocês que apóiam isso vão pro lugar que merecem.
o cara se elege pra trazer benefício pra macumbeiro...
traz benefícios pra humanidade, filho da puta, traz algo positivo pra milhões de seres humanos desesperados por igualdade, justiça e lealdade.
corja de safados num mundo apodrecido.

Thaianna disse...

Realmente essa lei é absurda e cruel SIM. Esse deputado foi infeliz ao fazê-la. Só temos que tomar cuidado com os nossos argumentps. Não sou simpatizante dos cultos africanos não, mas respeito qualquer tipo de religião desde que não interfira nos direitos dos outros (lê-se outros SERES, não só humanos).. porém a forma como cultuamos nosso Deus (ou Deuses) diz mais sobre nós do que sobre ele (ou eles). Então devemos SIM criticar e nos manifestar contra essa lei porém sem ofender religião algum.

Priscila Cristina disse...

Intolerancia a religião...??? ah tah.. entao vc concorda com uma certa religião que sacrifica bebes de até 3 meses de vida? claro que concorda senao vc seria intolerante a religiao... tudo q envolve sofrimento.. dor.. nao é considerada uma religiao e sim uma seita.. a qual nunca deve ser tolerada.. e se informa das "religioes" existentes antes de falar qualquer coisa e defender uma pessoa que nao merece...

Anônimo disse...

Acho simplesmente q esse deputado
e um filha da putaaaaaaaa discaradoo
arrombado filho da putaaaa de novoo
merece q alguem arrangue seus olhos
corte seu nariz e depois meta um machado no meio de seu cranio filho da putaaaaaaaaaaaaaa estou indignado com tal falta de etica e frieza de sua parte. O Brasil com tantos problems mais serios, como fome, educacao e saude. A disgraca vem me colocar uma lei q maltrate os animais. Vc e um filha da putaaaa deputado de merda. deve ser no minimo um pai de santo encubado e arrombadooooooo seu disgracaaaa morre diaboooooooooooooooo

Anônimo disse...

Religião tem que acabr, ela só atraza a humanidade... Podemos ter um exemplo claro que os paises menos catolicos ou menos religiosos são o "primeiro mundo" .. Alemanha, Inglaterra, França...

O pior de tudo é o sentimento de impotência perante a situação.

Anônimo disse...

Esse deputado imoral quer aprovar uma lei que permite a tortura aos animais de formas cruéis.

Não é preciso muito para saber que existem rituais de Nação em porto alegre nos quais se tortura até a morte animais como cães, coelhos, gatos (o famoso gato preto), galos, bodes e porcos.

O objetivo da macumba geralmente é fazer alguém adoecer, mas pode ser por absurdos como amarrar alguém.

Religião e morte não combinam, são coisas opostas.

Abaixo esta lei absurda, intransigente e maldita.

Marta Falcão disse...

ah, isso vai render sim , pq eu recém recebi e odiei saber desta notícia que tem uma foto de um pobre cão com um gancho de arame costurando a sua boca e eu chorei .Esse infeliz que inventou esta lei corre até perigo de vida .Vida esta que não deve valer nada , pq a gente vê se um homem é boa pessoa, também pela maneira como ele trata os animais indefesos.

Anônimo disse...

Absurdo, vi uma mensagem sobre esse deputado numa rede social, é lamentável que exista gente desse tipo nos representando na política, defendendo malditos fanáticos religiosos de seitas macabras que ainda existem entre nós e levam várias pessoas ignorantes a realizarem atrocidades com pobres animais. Vermes como esse deputado não merecem o ar que respiram.

Anônimo disse...

Boa noite!

Como dito acima sobre comer carne de gado, frango, peixe a afins e estas mesmas pessoas estarem horrorizadas, perdendo assim o direito de achar a aprovação da lei absurda, me senti no direito de opinar partindo do princípio que sou "VEGETARIANA". A lei é uma permissão para se matar impunimente em nome de um bem maior. Utilizar como defesa nossa ignorância quanto a religião que pratica o ritual e preconceito, é no mínimo banalizar a situação. Pouco me importa qual a bandeira religiosa que as pessoas ostentam. Somos um País miscigenado e é natural a variedade de religiões, porém não consigo concordar com a prática utilizada nos rituais, independente do destino da carne como foi acima citado. Não me choca a permissividade de muitos, visto que somos cidadães de um País onde: 1 - Mulheres são espancadas, estupradas e mortas todos os dias e nada é feito a respeito; 2 - Há pouco nosso ex Presidente Lula, estava horrorizado com a situação de uma mulher que iria ser apedrejada em outro País. E eu me pergunto: E as mulheres brasileiras? Ele tomou alguma providência no sentido de coibir a violência contra nós?; 3 - Chamou de "AMIGO" um homem que enriquece urânio para fins obscuros. Isso sem contar o quanto foi ridículo o mesmo ser enganado com direito a platéia mundial; 4 - O "Crime Organizado" é mais competente e organizado que as autoridades brasileiras competentes em combatê-lo; 5 - Pagamos impostos imorais e abusivos para sustentar a máquina administrativa inchada que nos rouba todos os dias sem se dar ao luxo de disfarçar; 6 - Assistimos a "Presidenta" eleita colocar em ministérios, os mesmos políticos que outrora foram demitidos por atos ilícitos; 7 - Também do nosso bolso sai o dinheiro que mantém o salário dos policiais que fazem parte de grupos de extermínios e afins.
8 - Todos os dias milhares de crianças vão as escolas sem nenhuma infraestrutura com o único intuito de se alimentarem da merenda que está com data de validade vencida ou a verba destinada a isso foi "desviada";
9 - Pagamos no preço do combustível um imposto para preservação das estradas brasileiras, porém as mesmas foram "vendidas" e consequentemente pagamos pedágio. Será que isso não fere o nosso direito de ir e vir dentro do território nacional?;
Se fosse citar tudo não iria terminar hoje, com certeza! Ou seja, quem é vai se importar se aprovaram ou não uma lei que permite torturar e matar um animal indefeso em um ritual religioso?


Adriana Alves.

Rodka disse...

Bom, acho que essa lei só vem reforçar e mostrar a principal função da religião no nosso mundo: Emburrecer a humanidade! Crianças... O homem come carne desde que se conhece por homem... Pergunte a qualquer nutricionista, qual o alimento que substitui plenamente a carne vermelha. Sabe o q ele dirá? Nenhum! Exatamente... Nenhum... Então, por favor... Não me venham com esse discursinho de banca de revista, dizendo que quem come carne vermelha é tão cruel quanto esses religiosos imundos... Que deus é esse que quer sangue em seus rituais? Eu não sei quanto a vocês, mas matar pra comer ainda parece ter algum sentido, enquanto matar pra um "deus" que vc nem sabe se existe... Só pra finalizar: Quem conhece um matadouro sabe muito bem a diferença entre ABATER um animal, dentro das normas regulamentares, e passar a faca na goela de um bicho, como é feito nos rituais...

Anderson disse...

Deputado Edson Portilho, do Rio
Grande do Sul, Esse imbecil é que deveria ser torturado e morto mas claro sentindo profunda dor. Ele é um retrocesso nas poucas conquistas obtidas pelos protetores dos animais, esse infeliz deveria colocar seus filhos ou parentes em rituais para ele ver como iria se sentir. Desgraçado, filho da puta, estou indignado com essa porra de lei....

Anônimo disse...

Um fdp desses que quando deputado fez essa lei, é professor? Ah? Será que ele não fazia magia negra com as criançinhas?

Davi disse...

Muito bom texto Erick! Humilhou, parabéns! Precisamos de mais pessoas como você para abrir a cabeça do povo para a verdade informação e não apenas à crítica sensacionalista.

Anônimo disse...

Seria melhor sacrificar politicos do que animais...

Melissa Fernanda disse...

E o menino que foi perfurado com inúmeras agulhas em todo o corpo, inclusive no coração, também foi um livre exercício de prática religiosa?

Ale Mariani disse...

FODA-SE!!! Nao importa se eh deputado ou vereador, ou se a tal lei foi criada e aprovada em 2004. Se essas informacoes estao erradas ou corretas, pouco me importa. A unica coisa que vale aqui eh o teor da lei, que existe!! E essa nao eh falsa!! Essa eh a lei dos fins justificam os meios: fins (motivos religiosos)... meios (sofrimento de animaizinhos, sejam eles quais forem)!! ABSURDO!!!!!!!!

Thiago disse...

Olha, a minha religião, há uns 2 mil anos, apoiava a escravidão de negros africanos. Nem por isso eu continuo defendendo essa posição.

Apoiar o sacrifício de animais em nome de uma religião e se dizer "perseguido" por ser de "matriz africana" é ter o espírito muito pequeno.

Marina disse...

Palahaçada. NENHUM DIREITO À RELIGIÃO SUPERA O DIREITO DOS ANIMAIS. Se esse deputado une o discurso de respeito à cultura afro a essa lei, ele é um vergonhoso manipulador.

MARCIA disse...

"PROJETO DE LEI N° 282/2003
Deputado Edson Portilho

Acrescenta parágrafo único ao art. 2º da lei nº 11.915, de maio de 2003, que institui o Código Estadual de Proteção aos Animais, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul.


Art. 1º – Fica acrescentado parágrafo único ao art. 2º da lei nº 11.915, de 21 de maio de 2003, que institui o Código Estadual de Proteção aos Animais, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, com a seguinte redação:


"Art. 2º.........


Parágrafo único – Não se enquadra nessa vedação o livre exercício dos cultos e liturgias das religiões de matriz africana. "




Art. 2º – Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.


Sala da Sessões, 06 de agosto de 2003.




Deputado Edson Portilho – PT





JUSTIFICATIVA




Diante dos direitos e deveres individuais e coletivos garantidos na Constituição Federal no art. 5º, especificamente no Inciso VI, " é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias ", ou do Código Penal sobre os crimes contra o sentimento religioso em seu art. 208: " Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso", faz-se necessária a apresentação deste projeto de lei que define, em parágrafo único, a garantia constitucional que vem sendo violada por interpretações dúbias e inadequadas da Lei nº 11.915, de 21 de maio de 2003 que institui o Código Estadual de Proteção aos Animais. Face a essa dubiedade de interpretação, os Templos Religiosos de matriz africana vêm sendo interpelados e autuados sob influência e manifestação de setores da sociedade civil que usam indevidamente esta lei para denunciar ao poder público práticas que, no seu ponto de vista, maltratam os animais."




Deputado Edson Portilho – PT

Esta é a lei. Desde o momento que ela permite a liberdade de cultos religiosos e dentro desse culto religioso está o sacrifício de animais, esta lei está sim colaborando com a crueldade com eles. Se não fosse assim, constaria que estaria excluído dessa liberdade de cultos religiosos, o sacrifício dos animais.

Anônimo disse...

O repeito à religião naum pode significar sacrifício de animais, de qualquer espécie, e sinal verde para a a tortura. VERGONHA ESSA LEI APROVADA! Se ele é vereador hoje em dia naum importa. O QUE IMPORTA É QUE NUNCA MAIS SEJA ELEITO PRA NADA!!!! E OUTRA; COM TODO RESPEITO, RELIGIOSOS, SE QUISEREM SANGUE CORTEM O PRÓPRIO DE DO, MÃO , CABEÇA, SE MATEM, MAS DEIXEM OS ANIMAIS EM PAZ PORR@#@#!!!!!

Daisy Medeiros disse...

Concordo que o texto é esclarecedor. Concordo que a lei é antiga (2004) e sei também que o DIGNÍSSIMO EDSON PORTILHO não é mais deputado e sim vereador.
Cabe aqui apenas analisar o ato em si pois, ele quando pode, exerceu um poder que não lhe é de direito, independente de ser baseado em credos religiosos.
Nada justifica um ato contra qualquer vida e, muito menos a vida de animais que são totalmente indefesos.
Condeno o uso que EDSON PORTILHO fez da máquina para criar leis incabíveis.
Acho que os políticos deveriam DEIXAR DE ROUBAR e, ter como preocupação a necessidade daqueles que o elegeram.
FICA MEU PROTESTO E ACHO QUE CABE A CADA UM FAZER SUA PARTE E LUTAR POR AQUELES QUE NÃO PODEM FAZÊ-LO.

diogo disse...

Do lado da minha casa fizeram um centro de candoble, bem, botie na justica por 2 vezes e o dono simplismente fugiu, depois continuaram e outras pessoas fugiram denovo pq botie pela 3 vez na justica, QUEM FOGE BOA COISA NAO EH ne??? botei e boto sempre na justica, pq sou afavor dos animais eles nao tem quem os defenda!!!! Abomino esse tipo de pratica, PQ NAO PEGA TEU FLHO E FAZ UM SACRIFICIL? TEU DEUS IA FICAR MAIS FELIZ! OU TUA MULHER, SACRIFICA ELA, TUA MAE ETC, MAS NAO SACRIFIQUE UM ANIMAL QUE NAO TEM NADA A VER COM VOCE!

Anônimo disse...

Essa lei é um retrocesso!!!! anos e anos de luta em favor dos direitos dos animais, com alguns poucos ganhos nesse aspecto e vem um deputado sem o que fazer criar uma lei absurda dessas! essa lei tem que ser revista, vamos nos mobilizar, ir às ruas..temos que fazer algo a respeito! a religião, assim como a cultura, se modifica... o ser humano evolui!!!caso contrário teriamos a santa inquisição até hj, tortura, caça às bruxas, etc..mas não, a religião de adapta e as leis mudam conforme nosso progresso, evolução, noçoes de ética e bom senso..tdo em favor da vida!!essa lei é um retrocesso, um atraso!vamos protestar gente

patrícia disse...

Antigamente, em tempos remotos, um ser humano matar outro era normal e aceitável, por disputa de moradia, alimento...o canibalismo era comum, estupro não era crime...nesses tempos o ser humano era selvagem, o chamado homem das cavernas.. era violento, tinha conhecimento restrito, quase nenhuma tecnologia...com o tempo, a humanidade foi evoluindo, adquirindo novos conhecimentos, o homem adquiriu noções de ética, de respeito ao próximo, de moral, de bons costumes e assim sua cultura foi evoluindo e o homem foi perdendo sua característica de selvagem (bom,grande parte dos homens)..quantos anos de evolução se passaram!! hoje, ainda existem estupros, assassinatos, falta de caráter, falta de ética, mas isso deixou de ser uma máxima na espécie humana, deixou de ser aceitável, o ser humano se indigna diante de qualquer tipo de agressão a vida e aos que a praticam, existe punição, existem regras, leis, bom senso e a máxima: não faça com os outros o que não quiser que lhe façam..e a lei principal de todas as contituições é a lei de respeito à vida...vida: abrange qualquer ser vivo...a maioria das pessoas tem consciência disto, nota-se pelos comentários de indignação.. e não é falta de informação, a lei está clara e fere o íntimo da maioria, que não concorda com tamanhas atrocidades em nome de religião, tradição ou do que quer que seja..o ser humano adquiriu principalmente uma coisa chamada: EMPATIA...que é capacidade de se colocar no lugar de outro ser vivo, ter noção de seus sentimentos e sentir compaixão...alguns seres humanos não evoluíram ainda a empatia, infelizmente...é pessoal, ainda temos muito o que evoluir nessa longa caminhada, o fato de haver falta de ética nos abatedouros, consumo de carne, etc, não justifica falta de ética para com os animais tbém na religião...são coisas diferentes e ambas precisam ser revistas e mudadas..se ainda temos a necessidade de nos alimentar de carne, se ainda não evoluímos e mudamos de costumes, então que façamos isso de forma q não vá causar dor aos animais...ate que nossa cultura evolua...o que não podemos é regredir não é mesmo? Não podemos começar a achar esse tipo de lei e atitude(tortura a animais) coisas normais, pois dessa forma, vamos voltar a ser selvagens..Cultura, tradição, costumes, atos em nome da religião, tudo evolui e está em constante transição...não vamos cruzar os braços diante desse retrocesso..é uma vergonha muito grande!!

Anônimo disse...

POR FAVOR NÉH...Ñ Á JUSTIFICATIVA PIOR QUE AJUDE E AINDA FAÇA COM OS ANIMAIS CRUELDADES TAMANHAS...POIS ESSE NEGOCIO DE SEITA,E OUTRAS COISAS FEITAS COM ANIMAIS Ñ PASSA DE PURAMENTE SEMVERGONHICE E DESUMANIDADE PARA COM TUDO E TODOS....BANDO DE FILHA DAS PUTAS SEM VERGONHAS..QUER FAZER MACUMBA,OCULTISMO E ETC...PEGA A MÃE DE CADA SALAFRARIO E PRINCIPALMENTE DESSE DEPUTADO DE MERRRDA POIS É ISSO QUE ELE É E FAZ OS SACRIFICIOS...NOS LUTAMOS POR UM MUNDO MELHOR SEM VOLENCIA E VEM UM LAZARENTO E FAZ ESSA SACANAGEM..A ALMA DESSE SUJEITO VAI DIRETO E RETO PARA O INFERNO...POIS NEM DEUS TERÁ PIEDADE E NEM DÓ DESSE SER QUE SE DIZ HOMEN...ESSE Ñ HONRA O QUE TEM NEM NO MEIO DAS SUAS PERNAS...
ESTOU SIM MUITO CHOCADA COM ISSO...
ESPERO QUE ELE AINDA COLOQUE A MÃO EM SUA CONCIÊNCIA E VEJA O MAL E ERRO QUE COMETEU...

Patrick disse...

Meu Deus do inferno. sacrificar animais por religião ou qualquer que seja a razão é imbecilidade e crueldade pura, isso é do tempo que não existia a roda, pensar que sacrifício engrandece a vida é IGNORÂNCIA. Somos um sub-ser no qual achamos que pensamento é sabedoria! Se sacrifiquem, assim irão engrandecer muuuuito nossa vida!!! faça algo pelo próximo se matem e não os animais!!!

Anônimo disse...

Li um comentario dizendo que parece q o cara está sendo apedrejado. Sinceramente? ELE DEVERIA MESMO SER TORTURADO pra sentir isso na pele e nunca mais fazer uma lei absurda dessas, esse infeliz. O texto nos faz entender q as religiões afros são perseguidas e tal. Como se isso justificasse a crueldade q eles fazem com animais. Por seculos o cristianismo e outras religiões foram perseguidas, e ainda hoje. Talvez a autora do texto não saiba, mas em muitos paises o cristianismo é crime ;)
Portanto, não tem nada a ver uma coisa com outra. Se querem sacrificar algo, q peguem seus corpos e mutilem ^^

Anônimo disse...

Corrigindo, o autor.

blogadão disse...

Nego fia da puta. pegue a filha desta ,SE É QUE PODE FAZER E SACRIFIQUE

blogadão disse...

me da raiva de ser negro com um cara deste existindo

Red disse...

Vou criar uma religião que sacrifica criancinhas recém-nascidas e, sem alguém reclamar, direi que é intolerância religiosa e perseguição. Pronto!

Tassiana disse...

Se pessoas transtornadas por sí só já torturam animais, imaginem só quando cair no conhecimento dessa massa que cometer tal ato é permitido por lei. A consciência não vai nem sequer pesar, isso se essas pessoas já tiveram alguma vez algum tipo de consciência. Me desculpem o linguajar mas não vejo outra maneira de dizer isso mas vão se fuder essas pessoas que colaboram com essas idéias doentias. Vão pro inferno seus miseráveis.

Guerreiros do Passo disse...

Esta lei deve ser anulada imediatamente. Pelo simples fato de ser inconstitucional. Nossa Carta maior tem artigos que protegem os animais, e o Brasil é signatário da Declaração dos Direitos Universais dos Animais, proclamada em assembléia da UNESCO em Bruxelas, Bélgica, no dia 27 de Janeiro de 1978. O Ministério Público e os órgãos fiscalizadores da União devem ser notificados o quanto antes.

Tassiana disse...

Para as pessoas aí de cima que nos chamaram de hipócritas por acharmos um absurdo e criticarmos esta lei e paralelamente consumirmos carnes, seja nos domingos, sábados o que for, não interessa. Eu primeiramente por mera questão de gosto não como carne, eu também não me informei sobre os procedimentos desse tal culto, ceita seja lá o for porque não faço sequer questão de conhecer. Cadeia alimentar é uma coisa, matar para comer faz parte da lei da sobrevivência em todo o ecossistema. Também sei que o Homem não foi projetado para consumir carne, e sei dos malefícios que esta trás a saúde além de muitos outros fatores que vão contra ao carnivorismo, porém não me oponho as pessoas que comem, é cultural e o consumo já faz parte do cotidiano. Agora, o que estamos protestando aqui e que causa indignação é que essas pessoas não estão matando o animal para não morrerem de fome e sim pelo mero luxo de frequentar e sustentar uma religião cujo a finalidade e promessa sabe-se lá qual é e nem me interessa saber. E só para finalizar, caso não tenham percebido estamos no Brasil e não na África e até aonde eu sei esta religião não é praticada aqui. Então meus caros pensem duas vezes antes de nos chamar de hipócritas. Essa lei aqui só servirá para incentivar a crueldade e atos imorais.

Anônimo disse...

Esse imbecil não nasceu foi um aborto da natureza!!!! E o pior!!! ao invés de trabalhar para povo do estado dele com iniciativas para conter a fome, a miséria, a violência, gastava o tempo inventando leis ridículas como esta. O Brasil tem que dizer NÃO para este tipinho de político.

Marcelo disse...

Não é apenas um problema de liberdade religiosa nem só de proteção aos animais. Mas como se permitem manobras como essa de colocar votação tal lei ou artigo em caráter de urgência? E mais, a lei passou por 32 a 2, numa assembléia que tem 55 deputados, maioria absoluta. Não sei se a votação foi aberta mas todos os deputados que votaram a favor merecem ser crucificados digitalmente. A votação secreta no legislativo tem que acabar!

Alice Abad disse...

Imbecis se escondem atrás de desculpas como "liberdade religiosa", "as religiões afros sofrem preconceito", para justificar uma lei absurda dessas.
Imbecil quem fez a lei, imbecis os que votaram a favor.
Vamos nos manifestar sim, não importa quanto tempo tem a lei.

Anônimo disse...

o que pode ser feito para que esta lei seja revertida?

Anônimo disse...

Tenho vergonha do estado do Rio Grande do Sul que foi SIM falho nessa questão ( mas isso não é de se espantar pois muitos casos de maus tratos aos animais ocorrem lá). Tenho vergonha desse país onde essas coisais indgnas e retrógadas acontecem. Tenho vergonha dessa "religião" apesar de eu sempre ter defendido-a de maneira que fosse de livre escolha a religião de cada um, mas não é possível ser conveniente com uma coisa dessas.
Mas acima de tudo tenho vergonha de pertencer a mesma espécie que o sr. Edson Portilho que no seu mais alto grau de covardia, ignorância, maldade e doença mental criou e manipulou o sistema (constituído por corruptos sujos) afim de aprovar essa "lei".
Isso só prova o quanto não somos evoluídos e quão longe estamos do significado de ser humano.
Esse homem é doente, não cabe dentro de mim a indignação e ódio que sinto por esse ser agora.
Queria eu poder tortuta-lo e mata-lo agora mesmo.

Alexandre Pereira disse...

Gostaria de ponderar algumas coisas aqui, se me permitem. Entendo a raiva de todos. Mas não podemos cometer um crime perante outro crime.

Querer apedreja-lo se pudesse, não é certo. A justiça tem de ser feita dentro da lei. Só assim, seremos melhores e nossas causas nobres.

Eu acredito que estamos num período em que o homem tem sabedoria suficiente pra deixar certas coisas do passado para trás. Como neste caso, sacrifício. Acho que todos devem concordar aqui, mesmo os que tenham crença em religiões que pratiquem isso, que não é algo mais necessário.

Você que acredita, pense bem, olhe bem pra dentro de seu amago e me diga se não concorda comigo, que tudo isso é invenção da natureza humana? Você sabe que é, por mais que queira acreditar, sabe.


Portanto, acho que como humanos evoluidos, devemos agir como tal. Qualquer forma de sacrifício deve ser combatida.

Eu sigo uma filosofia muito simples: Se uma religião/crença faz mal ao próximo ou qualquer ser vivo, não pode mais ser considerada religião. E passível de ato criminoso.

Aos que estão defendendo... sério que vocês estão defendendo um ato cruel, utilizando outros atos crueis como argumento? Não tem um melhor não é mesmo?

Tenho pena por todos que defenderam esse ato.

E tenho nojo de pessoas que usam de sua raça, credo e etc como fomentação de seus argumentos.


Pessoas, evoluam!

Anônimo disse...

Meu caro Erick da Silva, não interessa se ele é ou deixou de ser deputado. Interessa que ele é o autor da lei, certo? Então dane-se.

Anônimo disse...

Penso que matar é diferente de torturar. Essa lei pelo que eu entendi aprova as duas coisas matar e torturar. Esse homem vive no Brasil um país que não precisa disso, nem dele e muito menos dessa lei podre. Matamos sim muitos animais mas torturar é diferente quem faz isso faz por prazer, ele no mínimo deve ter no sangue ou traços psicógicos de ter uma personalidade psicótica!!!!

Marcelo disse...

Concordo com Alexandre Pereira.

E quando digo que os deputados que votaram a favor deveriam ser crucificados digitalmente não faço apologia à violência e sim acredito que iniciativas como expor leis absurdas, seus autores e simpatizantes em redes sociais são válidas, não importa há quanto tempo foram feitas.

Não dizem que brasileiro não tem memória? Assim, meu caro Erik da Silva, as informações divulgadas foram verdades sem aspas.

O que difere uma aprovação de uma lei dessas da absolvição da deputada Jaqueline Roriz? Nomes como o dela e de Edson Portilho devem ser lembrados todos os dias.

Anônimo disse...

Não conheço nenhum Babalorixá o Yalorixá séria que peça sacrifício de sangue. Isso é coisa de vidente que prega cartaz em poste, que aliás também é crime.

MARCIA disse...

ELE É LOUCO .....QUE TAL ELE SER O PRIMEIRO ANIMAL A SER SACRIFICADO.....SERIA UMA FESTA.
VIVE AS CUSTAS DOS BRASILEIROS.....MAS GARANTO QUE SUAS MAGIAS NEGRAS NÃO FUNCIONARÃO MAIS...
FORA COM EDSON PORTILHO.....APROVEITE E GUARDE BEM O DINHEIRO DO POVO BRASILEIRO QUE PASSA EM SUAS MÃOS...SERA O ULTIMO......LOUCO !

Anônimo disse...

Poxa vida, ele ficaria fora da lei! Ele não poderia ser classificado como animal. Talvez fosse um vegetal? Não...é muito...Deveria ser criada uma classificação nova pra esse infeliz.

Junior Nogueira disse...

Gente. Esse tipo de lei que esse RETARDADO sugeriu é prova de que esse homem não pode ser responsavel por nada. Será que o Sr. Deputado ou sei la que porra ele é, acredita realmente que matar um bichinho com requintes de crueldade limpa a barra dele com o "DEUS" dele. Espero que nossa presidente vete logo essa porcaria. Se eles querem cultuar esse tipo de religião, que vão pro quinto dos infernos da Africa.
Não to falando abobrinha, Sou criador de gado e as obrigações de quem cria animais p/ abate são muito severas e fiscalizadas, do nascimento até o abate. Qualquer tipo de atitude desumana é punida.
Gostaria que esse Deputadinho de merda, fize/ esse tipo de culto aqui no MT. Desculpa, esses covades FDPs se escondem, mas um dia eu e meus amigos achamos um desses e ele vai ver o quanto doi..

Pínio disse...

Não são torturados, só têm as suas cabeças arrancadas, seus pescoços cortados... Dentes extraídos, e por aí vai...

O que o autor entende como tortura? Passaria pelos mesmos procedimentos, "indolores"?

Regiane "Carrie" Alencar disse...

Da minha parte, não me importa se é de forma cruel ou não. Animal nenhum deve ser sacrificado em rituais seja lá de qual tipo for. Isso não é ser intolerante, isso é ter bom senso. Se for assim vamos tds sacrificar crianças e mulheres virgens tb e quem for contra iremos acusar de intolerante.
Respeito td e qqr religião e sou totalmente contra a morte de animais para isso. A lei é totalmente infeliz e descabida. O responsável por essa lei retardada usou a desculpa de intolerância religiosa para aprovar uma crueldade.

Reinaldo Junior disse...

Falaram para eu ler esse texto, li e não mudo miha opiniao que essa lei nao deveria existir, nem esse cara, seja em qual parte do universo. No facebook dele, ele defende que a falta de saude e bem estar com animais é normal. Eu como medico veterinário e ser humano repudio totalmente ele e quem aceitou essa lei e a todos que aceitam isso. As pessoas evoluem: as leis, as crenças, os habitos, os pensamentos... porém essa lei nos transformam em humanos da era da pedra polida.

Anônimo disse...

ELE APROVOU SIM E FOI EM 2003!!!! ABAIXO UM SITE DE RELIGIOSOS USUÁRIOS DA PRÁTICA SACRIFICAL REGOZIJAM- SE POR QUE ELE O FEZ. PORQUE GENTE COMO VC DEFENDE HOMENS COMO ELE??? NUNCA TEVE CACHORRO NA VIDA NÃO????
http://www.oxum.com.br/site/novidadesInterna.asp?idNoticia=14

Anônimo disse...

Os amonitas faziam sacrifícios humanos (principalmente crianças) a moloque, uma grande estátua de bronze incandescente.
Se o cara for descendente dos amonitas vai aprovar lei p sacrifício de gente.

Gilberto Luciano da Silva disse...

O ataque no Twitter ao Professor Edson Portilho:
Penso que toda e qualquer denúncia, seja ela contra quem for, deve ser sempre pautada pela veracidade dos fatos e, devidamente constextualizada. Só porque não se concorda com isso ou aquilo, não significa que estamos liberados para enxovalhar as pessoas, de forma covarde e escusa. Há de se ter mais responsabilidade quando se faz uso das ferramentas de comunicação de massa e nas ditas redes sociais. Posso até discordar da referida lei por esse ou por aquele aspecto, mas nada justifica enxovalhar a reputação de quem quer que seja... Sinceramente, abomino qualquer tipo de discriminação, venha ela de onde vier... Como cidadãos e cidadãs de bem, temos obrigação ética e moral de combater todo e qualquer ataque pessoal contra quem quer que seja e de onde que que venha... É inadimissível que há mais de 11 anos adentrados no século XXI ainda tenhamos que conviver com essa questão de intolerância religiosa ou de qualquer outro tipo de intolerância. Gente!!! Sejamos mais responsáveis ao emitirmos nossas opiniões e fazermos nossos argumentos... Isso não é justo com quem quer que seja. Temos quer ter mais responsabilidade ao escrever. Jamais devemos nos esconder atrás das redes sociais para denegrir a imágem de quem quer que seja... Pensem nisso... "NÃO JULGUEIS E NÃO SEREIS JULGADOS, MAS SE JULGARES, COM A MESMA MEDIDA SEREIS VÓS JULGADOS". Jesus Cristo.

Anônimo disse...

Um dos textos mais absurdos que já li de alguem tentando defender um lei que vai contra o bom senso e o respeito aos animais. Nota-se que esse texto tendencioso vem de um autor que deve ser a favor de tal brutalidade. Ninguem é contra nrnhuma religião, mas é contra atos de violencia com animais e é uma vergonha torturadores se esconderem atras de uma religião. Não existe nada contra religião e esse texto tendecioso so serve para manipular cabeças pequenas, mas sempre vimos isso há todo tipo de gente que defende o nazismo e que defende a maldade com os animais. Lamentavel.

RaZz disse...

Quanta negligência por parte de muita gente...
...
Se tem uma lei que deveria ser aprovada... Deveria ser contra todas as religiões. Pois esse é o maior problema.
...
Pessoas que nem conhecem a religião, falam sobre torturas de animais, falam sobre crueldade.
...
Sabe-se que em uma simples faculdade de veterinária, eles matam cetenas de animais por semestre, simplesmente para fins de estudos, mas uma religião matar um animal, oque não vale para qualquer um, se torna crueldade.
...
Ai entra o preconceito de religiões.
A nossa lei protege religiosos.
Seria inconstitucional não aprovar essa lei. Iria ferir o direito a religião de todos em um pais laico.
Infelizmente essa é a cultura em que vivemos... se tem que mudar algo, tem que começar por todos e não apenas por uma religião.
Então não pense que tens direito a acabar com outros porque suas crenças são diferentes.

Anônimo disse...

O viés religioso foi mal colocado... independente de qualquer credo, matar animais não é justificável (seja a raça que for!). Não tem nada a ver com PRECONCEITO RELIGIOSO tem a ver com AVERSÃO A VIOLÊNCIA CONTRA ANIMAIS!

Anônimo disse...

Érick, as pessoas aumentam mas não inventam. A partir do momento em que se é pessoa pública, seus atos bons ou ruins serão julgados. As redes sociais são o retrato de sentimentos expressados pelas pessoas, não se trata de boa ou ruim. A lei é um absurdo e me espanta muito um texto deste tamanho que sai em defesa do bom ou mal uso de redes sociais, quando o assunto é a morte de animais. De fato você é tão imbecil quanto esse agora vereador. Portanto maldita internet que também da espaço para pessoas como você expressarem tais pensamentos.

Erick da Silva disse...

Olha caro Anônimo, eu sempre defendi e defenderei a liberdade de de expressão, seja na internet ou em qualquer outro meio. Tanto que a maioria das mensagens neste post são contrárias a lei e ao ex-deputado. Não censurei nenhuma delas, salvo as que extrapolaram o limite do razoável.
Não entrarei em adjetivações contigo, o texto eu questiono um verdadeiro "efeito manada" que muitas vezes vemos acontecer na rede. Onde, sem nem ao menos ler o conteúdo de um determinado texto, apenas a partir do título, as pessoas já partem para um julgamento cabal.
Não sou defensor de religião A ou B, para mim todas tem seu valor específico. Não defendo nenhum tipo de agressão aos animais. O texto tentei modestamente relativizar algumas afirmações que vi e contextualizar algo que ninguém havia feito até então.

Sr.D disse...

da mesma forma que demorou para se abolir a escravidão e o preconceito (que ainda existe), devemos ter paciência e argumentos para convence-los de que eles PODEM estar errados em suas práticas, mas proibir e atacar uma determinada religião com certeza não é o caminho mais sensato, será que regredimos ao tempo da intolerância?

Gabriel disse...

Se esse aí passa por mim... juro que não sobra nada dele, torturo ele até ele perceber o que é tortura!! Depois penso se deixo ele vivo ou não!

Anônimo disse...

Foi sim muito util o bombardeio ocorrido. Ainda que estadual, o subterfugio usado por ele para obter a aprovação dessa lei foi real. Estadual que seja, é uma lei infeliz. Para manter tradição iremos, digamos, resgatar a entrega de pessoas a leoes, como em Roma? Essa cara é um sem noção que provável quis obter os votos dos petistas praticantes. Conheço muito bem TODOS os ritos religiosos africanos. No séc. XXI não dá mais para continuar a seguir com eles... São primitivos, originados a partir de uma base sem cultura, do tempo das crendices. Nâo prospera em nações cultas, civilizadas e prósperas.

Leonardo Tomé disse...

1 - Mesmo que seja uma lei estadual, o RS faz parte do Brasil. (o óbvio também deve ser dito e repetido)

2 - Os rituais de religião, que estão amparados pela lei, são cruéis (arrancar olhos e patas de animais vivos; enfiar agulhas em orifícios de animais vivos; fazer cortes e retirar sangue de animais vivos; etc)

3 - O direito à crenca deve ser respeitado, mas não é absoluto. O direito à vida sem sombra de dúvidas é o alvo principal do estado de direito.

4 - Os abatedouros devem respeitar regras sanitárias, obter licenças para funcionarem, contribuiem com impostos.

5 - Os animais objeto de rituais religiosos são largados nas ruas, morinbundos. Não recebem atendimento veterinário e as religiões que praticam tais atos não pagam impostos para que a população (governo) cuidem deste caso.

Anônimo disse...

ALGUÉM TEM MAIS ALGUMA NOTÍCIA SOBRE ESSA LEI ABSURDA? SE FOI DERRUBADA OU OQ?

Paula disse...

Novamente: alguma notícia sobre essa lei??? Ainda continua em vigor?? Já foi questionada a inconstitucionalidade dela na Assembléia? Esse senhor, autor da lei,além de muitas outras caracteristicas merecedoras de críticas,não teve nenhum discernimento e bom senso ao surgir com essa nova. Foi infeliz sim tal lei. Esconder-se por detrás da sua raça, da sua etnia para justificar a prática de crueldade para com animais? Esse senhor precisa, no mínimo, de um acompanhamento piscológico.

Yuri disse...

BANDO DE RETARDADOS, não foi esse deputado que aprovou essa lei, vcs acreditaram numa mentira e a difundem como verdade, parem de atacar o deputado, não foi ele q fez a lei, monte de jumentos. Ataquem a lei e procurem saber quem fez ela.

Rochele disse...

QUEM FEZ ESSA PORRA DE LEI ENTÃO, SE NÃO FOI ESSE IDIOTA DESSE DEPUTADO??

Anônimo disse...

Voce não tem nada para fase né se acha que isso que voce esta fazendo e uma coisa que todo muito gosta ne pois voce esta bem enganado,todos podião te processar, voce por esse abissurdo voce não da valor a vida nao seu INFELIZ pensa antes de fazer as coisas isso que voce esta fazendo e uma coisa ridicula essa LEI não presta para nada MAIS SE VAI PAGA. do a minha palavra !

Nathália Lentisco disse...

INFELIZ...É ISSO QUE VOCE É RETARDADO E FALO ASSIM MESMO PARAR VE SE VOCE ENTENDE CERTO. QUE LEI MAIS IDIOTA MAIS SEM CARATER QUE EU JA VI NESSE MUNDO . SE VAI PAGA .

Nathalia Lentisco disse...

Texto bem esclarecedor mais não vai mudar nada !

NATHÁLIA LENTISCO disse...

ISSO é uma lei que não vai ajudar ninguém entendeu,eu estou super nervosa com essa atitude que voce tomou eu não vou aceita isso entendeu ,não enporta se é de outro estado outra cidade ESTA MATANDO UM SER VIVO . Voce deve ser um infeliz sem atitude sem carater PRESTA BEM ATENÇÃO SE ACHA QUE ISSO VAI MELHORAR ESSE MUNDO so vai melhorar se agente dar um geito em voce . processar e que todos deviam fazer , uns tem medo , outros não VOCE que tinha que ter medo NÃO TEM VERGONHA NA CARA não INFELIZ sem vergonha PENSA BEM ANTES QUE FOR FASE MAIS ALGUMA COISA PORQUE EU NÃO ACEITO ISSO QUE VOCE ESTA FAZENDO NEM EU E NEM AS PESSOA espero que voce leve uma liçao . Porque isso não é coisa que se faça cara pensa porque não vai fica assim essa LEI RIDICULA entendeu .

NATHÁLIA LENTISCO disse...

PARA MIM NÃO ENTEREÇA QUEM FEZ ESSA LEI RIDICULA OQUE ME EMTEREÇA E QUE ALGUEM FAÇA ALGUMA COISA PARA MUDAR ISSO .

Indignada. disse...

Confundir perseguição/discriminação religiosa com benevolência perante actos de crueldade é um erro grave.

A tortura de animais não deve ser permitida SEJA QUAL FOR o motivo. Sem contar com quantos animais vão ser torturados sob esta desculpa ridícula.

É uma vergonha para um país que quer parecer desenvolvido que existam leis destas aprovadas, além de que o facto de ser uma lei "estadual" não minimiza em nada o problema.

Também eu espero que, pelo menos um dia, este senhor tenha vergonha nesta atitude. E não só ele, porque é a "cara" da lei, mas juntamente todos os outros que a aprovaram.

Ridiculo.

Anônimo disse...

Eu fico abismada com a facilidade com a qual algumas pessoas criam notícias sensacionalistas e elas se espalham porque a grande maioria das pessoas simplesmente tem preguiça de ler, mas não tem preguiça de sair repassando qualquer protesto que lhes enviam!!
Vamos ler o parágrafo, simplesmente diz que não podem ser tratados como crueldade contra os animais ritos religiosos de origem africana. Em nenhum momento ele incita ou faz apologia à tortura de animais e nem mesmo aos sacrifícios realizados nessas práticas religiosas.
Mais incrível ainda, as imagens que estão relacionando ao tal projeto de lei que "aprova a tordura de animais" nas mensagens repassadas nas redes sociais!! Imagens de homens, aparentemente asiáticos, atacando a golpes, com pedaços de madeiras, cães no meio da rua... em uma outra imagem, um homem ajoelhado ao chão, ataca com mordidas um cachorro em meio a restos animais e poças de sangue... Tudo isso referindo-se a animais sendo torturados no Rio Grande do Sul graças a essa "lei de tortura"??
Realmente é por isso que políticos se aproveitam da boa fé do povo e se reelegem anos e anos, metendo a mão nos cofres públicos!! As pessoas acreditam em qualquer coisa que contam!!
Adoro animais, sempre tive em casa, todos muito bem tratados e sou contra qualquer tipo de violência contra animais, crianças, idosos, mulheres, homens, e até mesmo contra políticos, mas nem por isso vou acusar um "pai de santo" que mata lá suas galinhas pretas ou sei lá o que, de torturadores.
Querem fazer campanha? Apoiem a pratica de trabalho voluntário, a doação de sangue, criem uma campanha para arrecadar brinquedos para crianças carentes, aproveitem ao menos a época do natal para por em prática algo em benefício do próximo!

CARIOCAPAULO disse...

Nossa... como essa Nathalia Lentisco é BURRA, hein?!?!
Ela conseguiu colocar no meso post:

ENTEREÇA e EMTEREÇA...

ô, sua BURRA... é INTERESSA... ok?!

Gente que não entende das coisas... a lei não é de matança de animais, mas pra permitir que pessoas que tem uma religião onde o uso de animais acontece (aviso logo: não é meu caso, sou católico)... mas voltando... q essas pessoas não sejam penalizadas por isso!
é cruel? pode até ser... mas quem pensa assim, tb não pode comer carne de espécie alguma.. OK???
vai comer folha!

ah... que saco!

CARIOCAPAULO disse...

Nossa... como essa NATHÁLIA LENTISCO é BURRA, hein?!?!
Ela conseguiu colocar no meso post:

ENTEREÇA e EMTEREÇA...

ô, sua BURRA... é INTERESSA... ok?!

Gente que não entende das coisas... a lei não é de matança de animais, mas pra permitir que pessoas que tem uma religião onde o uso de animais acontece (aviso logo: não é meu caso, sou católico)... mas voltando... q essas pessoas não sejam penalizadas por isso!
é cruel? pode até ser... mas quem pensa assim, tb não pode comer carne de espécie alguma.. OK???
vai comer folha!

ah... que saco!

Roberta disse...

Algumas pessoas se enganaram ao dizer que não foi o acusado em questão que criou a lei.O autor é o deputado estadual Edson Portilho (PT), de Sapucaia do Sul. Em 2003, então deputado estadual, ele apresentou um projeto de lei para modificar o Código Estadual de Proteção aos Animais. Conseguiu que a matéria fosse votada em regime de urgência e aprovada, por 32 votos a 2.
Que na minha opinião não passa de um infeliz,que usa da igualdade racial sua bandeira, mais que na verdade nem merecia ser negro porque quem é negro conhece a história jamais aceitaria esse tipo de covardia.Então caro Edson Portilho eu fico extremamente envergonhada de compartilhar o mesmo planeta com você,porque sinceramente você não é digno nem de ir para o tronco como nossos antepassados foram ,porque eles foram heróis e você um dos mais covardes da história.

Lina Querubim disse...

ESSE DEPUTADO NÃO DEVE TER SENTIMENTOS...NEM DE ANIMAL PODE SER APEDIDADO PORQUE UM ANIMAL É MUITO MAIS INTEGRO QUE ELE!!!!
FIQUEI CHOCADA COM AS IMAGENS...NÃO EXISTE MAIS DEPUTADOS QUE POSSAM CONTRARIAR EM ANALFABETO LETRADO???? ASSASINO!!!!!!!!!!!!!!!!!!! FAÇAM UM BAIXO ASSINADO QUE EU ASSINO COM MUITO PRAZER!

" o estranho00 mundo de TAH..." disse...

Devo levar em conta levar em conta o erick da silva escreveu?acho que nao uma vez que ele nao é literalmente um animal,é muito conveniente defender a sua classe os o seus costumes ,porém,fazer isso desrespeitando o direito dos outros no caso os animais,entao vamos lá,e se fosse pessoas ao invés dos animais?se matar pessoas fizesse parte de um ritual religioso?impedir isso também nao seria uma descriminacao?o que eu quero deixar bem claro e que animais nao sao inferiores,e se tem coisas que seriam assombrosas se fossem feitas a humanos,elas nao se tornam mais toleraveis ao ser praticadas com animais,muito me enoja em saber que qualquer tipo de religiao tenha como base sacrificio e tortura a terceiros.
que tal que ao inves dos animais fosse o tal do deputado e quem o apoia?o que me diz?

Claudia disse...

Será que ninguém se deu conta que o próprio deputado é macumbeiro? Que foi por isso que quis instituir essa lei? Como dizem muitos aqui, só pq é uma religião não significa que seja certa. E tem outra, embora o Brasil seja um país laico, as religiões não se sopre poem as Leis Federais. Vamos supor que alguém resolvesse criar uma religião que tivesse como pratica a tortura de homossexuais, ou melhor, que o voodoo (religião de matriz africana) fosse introduzida no Brasil e as pessoas começassem a matar crianças em rituais de magia negra como se fez em Curitiba, se é que as pessoas se lembram. E então? Magia negra faz parte das religiões de matriz africana, melhor conhecida como voodoo. O que vcs que são a favor da liberdade religiosa acham disso? O sujeito pode dizer, eu matei a criança mas a minha religião permite...

Tatiana disse...

Lei cretina, cada um com sua religião, desde que seja respeitada toda forma de vida.

roberta disse...

ESSE HOMEM É FILHO DO CAPETA VAMOS TIRAR ELE DO PODER PQ DAQUI A POUCO ELE APROVA UMA LEI A FAVOR DE ESTUPROS,PEDOFILIA ETC....

Anônimo disse...

ESSE PAPO DE FECHE OS MATADOUROS ENTÃO QUE MATAM OUTROS ANIMAIS, PRA MIM EH DESCULPA ESFARRAPADA DE QUEM APOIA ESSA PRATICA DE MATAR ANIMAIS. FAÇA SUAS MACUMBAS COM FAROFA, E NAO ENVOLVA SER VIVO NENHUM. ELES MERECEM DIREITO DE VIVER. CONVERSA PRA BOI DORMIR, TODOS ANIMAIS MORTOS NESSAS PRATICAS, SAO MORTOS FRIAMENTE. DESCULPA ESFARRAPADA PRA FALAR DE RELIGIOES COMO EVANGELICAS OU CATOLICAS E AMBIENTALISTAS. ESTAMOS FALANDO DE NAO DAR DIREITO MATAR ANIMAIS INDEFESOS... AINDA BEM QUE HOJE EM DIA O NUMERO DE PESSOAS QUE DEFENDEM OS ANIMAIS CRESCEM. E O ANDA EH MARAVILHOSO APOIO ELES E O TRABALHO DELES NAO DESSES VIGARISTAS QUE TAO NA POLITICA ROUBANDO O DINHEIRO DO POVO. VAI FAZER LEI PRA AJUDAR CRIANÇAS E JOVENS DAS DROGAS, FACIL ALGO UTIL A HUMANIDADE!!!!!!!!

Gabriel Heyde disse...

Incrivel que ainda exista quem defenda esse tipo de conduta e defenda esse "rituais". Lamentável que o Homem em pleno seculo 21 ainda pense assim.

Anônimo disse...

Espero nunca ver esse homem na minha frente, esse tal que se julga deputado, se eu encontrar com esse cara algum dia eu juro que meto a porrada nesse filho da puta, até ele sangrar, um cara para criar uma lei dessa só pode ser encapetado!! tenho certeza que ele faz parte do "babado".


COVARDE COVARDE COVARDE COVARDE COVARDE COVARDE COVARDE COVARDE
COVARDE COVARDE COVARDE COVARDE

Dada disse...

Mandíbula quebrada, dentes ararncados, olho perfurado para retirada de sangue.

http://www.anda.jor.br/31/08/2010/cadela-que-foi-torturada-durante-ritual-religioso-nao-resiste-e-morre

Andrey Alencar disse...

Na verdade, seu texto esclarece alguns pontos que realmente foram omissos e pouco elucidativos a respeito do Deputado Edson Portilho, no entanto, nenhum dos seus precários argumentos justifica a arbitrariedade da Lei sancionada. Outra coisa meu caro, de fato a sanção da Lei dependeu da maioria dos votos e o Deputado Edson Portilho foi só mais um a votar a favor da lei, mas, será mesmo que a participação dele se restringiu a isso? Vejamos: Ele foi o autor da Lei Estadual; votou para que fosse sancionada; utilizou-se de manobra política arbitrária em desrespeito ao contraditório e ampla defesa (garantias estas constitucionais) e ainda assim você vem defender o ato de brutalidade desse Deputado criminoso? Sinceramente meu caro, é por causa de pessoas como você que nosso país está entregue às traças!

Andrey Alencar disse...

Na verdade, seu texto esclarece alguns pontos que realmente foram omissos e pouco elucidativos a respeito do Deputado Edson Portilho, no entanto, nenhum dos seus precários argumentos justifica a arbitrariedade da Lei sancionada. Outra coisa meu caro, de fato a sanção da Lei dependeu da maioria dos votos e o Deputado Edson Portilho foi só mais um a votar a favor da lei, mas, será mesmo que a participação dele se restringiu a isso? Vejamos: Ele foi o autor da Lei Estadual; votou para que fosse sancionada; utilizou-se de manobra política arbitrária em desrespeito ao contraditório e ampla defesa (garantias estas constitucionais) e ainda assim você vem defender o ato de brutalidade desse Deputado criminoso? Sinceramente meu caro, é por causa de pessoas como você que nosso país está entregue às traças!

Anônimo disse...

Independentemente se essa notícia é atualizada ou não, como estão dizendo em alguns comentários, o fato é que esta lei jamais deveria ter sido aprovada, sendo que precisamos de leis que realmente tenham SENTIDO, punições severas com pessoas que cometem crimes contra a humanidade e seres indefesos, como estes pobres animais! Agora esse demente e todos que aprovaram uma merda dessas, podem ser considerados todos BANDIDOS, sem exceções, pois independente, seja qual animal for, é um ser que sente dor, e se esses mesmos DEMENTES, não são capazes de respeitar uma vida, são capazes sim de matar seja quem for, humanos ou animais! MALDITOS!

Anônimo disse...

http://facebook.com/edsonportilho
olha aqui faz uma lei idiota e se acha o tal

Anônimo disse...

gente mesmo assim nao queremos que nossos animais morram por causa de um filho da mae

Anônimo disse...

o cara ainda e do pt
http://facebook.com/edsonportilho

Camilla's Brechó disse...

Acredito que, havendo tortura ou não, legalizar matança de animais para ritos religiosos extremamente ofensivo para mim! Sou vegetariana e já não como carne por saber o que acontece em açougues da vida, e ainda isso? Só me deixa clara a ignorancia dos seres humanos com relação aos seres que eles deveriam proteger por serem menos evoluídos!

Castelhone disse...

Esse Vagabundo é professor de que? Um ser arrogante que não tem coragem de combater os crimes em seu estado, vem querer combater os pobres dos animais, um (homem) se for possível chama-lo de homem,que deveria responder pelo povo. MISERÁVEL e ARROGANTE, Cade os orgãos de defesa dos animais? Porque não tiram esse animal da politica?.............sem palavras. Arrogante!

Feniano. disse...


portilho ( com minúscula mesmo..! ) que coisa Feia , vão Comer o Teu Cuzinho na Cadeia..!! Tenha Vergonha nessa sua cara Suja seu Atrasado , Covarde Feladaputa..!!

Anônimo disse...

Vanessa Martins, vc deve ser igual a esse Edson Portilho e por isso voces tem essa aparência tão semelhantes, coitadinhos tenho muita pena de vocês, esse monstro deveria estar na cadeia junto com você. Ex deputado do RS Edson Portilho é o demônio em pessoa, fora bandido!

Unknown disse...

Senhores,

É muita ingenuidade da parte de vocês acreditar que vocês se informam a respeito das coisas e quem está no lado contrário não se informa.

O artigo 2 do código estadual de proteção animal veda práticas de tortura de animais.

E a lei de autoria do "nobre" edil acrescenta a este artigo - sem um pingo de vergonha:

"Parágrafo único – Não se enquadra nessa vedação o livre exercício dos cultos e liturgias das religiões de matriz africana."

Ou seja: a Carta Magna do país foi ferida duas vezes:
1. Crueldade contra animais (informem-se o que se pratica durante esses cultos)
2. Discriminação religiosa (por que só as religiões de matriz africana podem e as outras não?)

Agora, com certeza: não foi só ele que conseguiu colocar essa lei lá. E a campanha do "Nunca mais reeleja" deve ser estendida a TODOS os deputados que votaram a favor.